×
Rede Internacional

ACUSAÇÃO INJUSTA | Racismo: jovem negro acusado de roubar bicicleta é investigado porque comprou uma usada

Matheus, de 22 anos, após ter sido inocentado de uma acusação de furto em que teria roubado sua própria bicicleta, agora é investigado por receptação do mesmo veículo.

segunda-feira 21 de junho | Edição do dia

Foto: Reprodução

Mathues foi anteriormente acusado por casal branco, no Leblon, Rio de Janeiro, de roubar a própria bicicleta, comprovada que era sua pela apresentação de nota fiscal de compra do produto.

Entenda: [VÍDEO] Casal racista no Leblon acusa falsamente homem negro de roubar bicicleta

Após o ocorrido, Matheus realiza um Boletim de Ocorrência contra o casal por calúnia e racismo, e após comprovar que comprou a sua bicicleta, o jovem está sendo acusado de receptação do produto.

De acordo com a Polícia Civil do Rio de Janeiro, a bicicleta de Matheus, comprada em um site de produtos usados por R$3.600,00, teria sido furtada de um empresário, em fevereiro desse ano, em Ipanema.

O homem que vendeu a bicicleta a Matheus também está sendo acusado por receptação.

"Não, a gente nunca faria uma coisa do tipo. Por ser uma bicicleta usada, a gente especificou que tivesse próximo de metade do valor de uma bicicleta nova", disse Matheus, se referindo a ele a sua namorada, em entrevista ao Fantástico.

A polícia Civil alega que o valor de R$3.600,00 pago por Matheus é bastante inferior ao preço do mercado.

"Não dá pra presumir que esse valor seja fruto de crime, porque é normal que os produtos usados não tenham os mesmos preços de um produto comprado na loja. Não se pode acusar alguém de crime com indícios tão frágeis como esse", fiz Luciene Boiteux, professora de Direito Penal e Criminologia, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

A polícia não possui informações sobre o furto da bicicleta que teria ocorrido em fevereiro, e não informou se houve abertura de Boletim de Ocorrência sobre o caso. A vítima desse furto foi localizada pela loja que vende o produto original.

Leia também:

Acompanhe: Mês do Orgulho LGBTQI+




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias