×

Violência racista | Quilombola é amarrado e espancado por comerciante bolsonarista no RN

Mais um caso de violência racista alentado pelo histórico de Bolsonaro e seus seguidores.

segunda-feira 13 de setembro | Edição do dia

Imagem: Reprodução / Revista Fórum

No último sábado, 11, um quilombola foi alvo de violência racista por um comerciante bolsonarista na cidade de Portalegre, no Rio Grande do Norte.

Veja também: Incentivados por Bolsonaro e Mourão, casos de racismo cresceram 30% em 2020 no Brasil

Segundo informações da Revista Fórum, o comerciante bolsonarista Alberan Freitas já perseguia o jovem de origem quilombola, espalhando pela cidade que este seria “bandido e drogado”.

Revoltado com a perseguição, o jovem quilombola reagiu e o comerciante respondeu com violência, amarrando o jovem e o arrastando pelo chão, enquanto os moradores que observavam a cena horrenda pediam para que o comerciante parasse com as agressões.

Trata-se de uma tentativa de linchamento moral e físico inaceitável, promovida por um comerciante bolsonarista que encontra eco nas falas racistas de Bolsonaro. Basta lembrar a demonstração de ódio à população negra quando declarou que negros quilombolas "não servem para nada,nem para procriadores servem mais".

Veja também: Bolsonaro despeja racismo asqueroso contra acampamento indígena: “Eles querem tumultuar”




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias