×

Política Pernambucana | Quem é Clarissa Tércio, principal figura da direita bolsonarista asquerosa em Pernambuco?

Saiba um pouco mais sobre essa figura repugnante que lidera os atos bolsonaristas no Recife.

sábado 18 de setembro | Edição do dia

Em seu primeiro mandato como Deputada Estadual, Clarissa Tércio vem recentemente despontando como principal figura da asquerosa direita bolsonarista nas últimas manifestações. Não faz isso de graça evidentemente. Recentemente, a deputada se reuniu com Bolsonaro para negociar o apoio à eleição para o governo do estado

Mas seu reacionarismo não vem de hoje. Clarissa ficou famosa no ano passado por protagonizar o movimento para tentar impedir o aborto de uma menina de dez anos que tinha sido estuprada pelo tio no ES e que, por não conseguir realizar o procedimento no estado, teve de ser transportada para PE. Clarissa atuou na divulgação dos dados sigilosos e chegou até mesmo a invadir o hospital em um ato de uma brutalidade indescritível.

Antes disso, Clarissa já tinha se alinhado com o ignóbil presidente na questão da pandemia, se colocando contra qualquer medida de isolamento social, repetindo fakes News sobre atestados falsos de mortes por covid e discursos reacionários como vírus chinês, além de propagandear (e distribuir) tratamento precoce. Também fez uma forte campanha para que as Igrejas fossem consideradas serviços essenciais. No ano passado apoiou a Delegada Patrícia para a prefeitura - candidata que se posava como “Moro de saias” e com uma retórica anti corrupção mas que se aliou com todo tipo de corrupto e após resultado pífio nas eleições sumiu dos holofotes. Há cerca de um mês apresentou o projeto que obrigava professores a realizar testes toxicológicos. Além disso, suas redes estão repletas de conteúdos evangélicos, contra aborto, contra linguagem neutra e outras reacionarices.

Clarissa não fez sua carreira “por mérito próprio”. Sua ascensão está ligada a influência de seu pai, fundador da Igreja Assembleia de Deus Ministério Novas de Paz em Jaboatão. O ex-PM resolveu fundar sua Igreja dentro de um quartel. A Igreja possui uma estação de rádio que ajudou a promover a deputada. Ou seja, se utilizando da máquina de Estado, com a Igreja dentro de um quartel e uma concessão pública de mídia foi que Clarissa se promoveu politicamente.

Apesar disso, Clarissa faz uma das suas grandes bandeiras a luta contra a corrupção. No entanto, além de usar o conluio da máquina pública para se eleger, Clarissa entrou na política pelo PSC por sua influência com André Ferreira, irmão do prefeito de Jaboatão Anderson Ferreira. Esse último, que já era evangélico, teve como retribuição se filiar à Igreja de Clarissa. Mas não foi só por isso que Anderson se fez notável na prefeitura. Outro fato importante é que Anderson desviou dinheiro do SUS durante a pandemia. Além disso, Clarissa já está usando sua influência para fazer nepotismo, como no caso de seu marido que resolveu entrar para a política e se elegeu vereador por Recife ano passado.

Apesar de Clarissa fazer de tudo para mendigar o apoio do governo nas eleições ano que vem, tentando liderar as manifestações bolsonaristas e postando fotos antigas de manifestações mais cheias, o cenário não é nada simples na extrema direita. Clarissa terá que enfrentar a disputa de Miguel Coelho, filho do líder do governo no Senado Fernando Bezerra Coelho e também do próprio Anderson Ferreira. Por hora, está atrás dos dois nas pesquisas eleitorais, mas o cenário ainda está incerto.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias