Mundo Operário

QUE TODO POLÍTICO GANHE IGUAL A UMA PROFESSORA

Professores da Região de Campinas também participam da campanha

Com 79 dias de greve, os professores seguem em uma dura luta contra a intransigência do governo Alckmin. A realidade dos docentes em SP é a mesma do restante da “pátria educadora”.

quarta-feira 3 de junho de 2015| Edição do dia

Com 79 dias de greve, os professores seguem em uma dura luta contra a intransigência do governo Alckmin. A realidade dos docentes em SP é a mesma do restante da “pátria educadora”: enquanto “falta verba” para os salários dos professores e “sobra ajuste” nos direitos, vemos governadores, deputados, vereadores e toda casta política, do PT ao PSDB, seguir com os bolsos cheios votando aumento do fundo partidário e dos seus altos salários. Até shopping center resolveram construir em Brasília, enquanto cortam nossos direitos.

A indignação com tal realidade é tamanha, que rapidamente, a campanha organizada pelo Esquerda Diário e apoiada pelo grupo Professores Pela Base, com o cartaz “QUE TODO POLÍTICO GANHE O SALÁRIO DE UMA PROFESSORA”, rapidamente ganhou a simpatia de milhares de professores em greve. Já são quase 100 mil curtidas no facebook.

Na região de Campinas não foi diferente, e dezenas de professores também deram o recado: “que todo o político ganhe o salário de uma professora”!




Comentários

Comentar