×
Rede Internacional

PRIVATIZAÇÃO ELETROBRÁS | Privatização da Eletrobrás deve demitir 450 trabalhadores em Minas Gerais

Privatização deixará 450 pessoas desempregadas na Usina de Furnas e prevê aumento exponencial no aumento da conta de luz.

segunda-feira 21 de junho | Edição do dia

Imagem: Divulgação / Sindifurnas

A Usina Hidrelétrica de Furnas, localizada no curso do rio Grande entre São José da Barra e São João Batista do Glória, em Minas Gerais, é controlada pela Eletrobrás e tem papel importante na economia das cidades em seu entorno, tanto na geração de empregos quanto no turismo.

A MP de privatização da Eletrobrás, entretanto, deve acabar em demissão em massa na Usina, de cerca de 450 trabalhadores. Além disso, prevê um aumento no preço da conta de luz: o preço passará a ser regulado pelo mercado livre, passando de R$62, preço fixo nas distribuidoras brasileiras, para até R$260, preço atual no mercado.

- Abaixo a privatização da Eletrobras! Pela estatização sob controle dos trabalhadores

Na última terça-feira, dia 15, trabalhadores de algumas regiões do país entraram em greve contra a privatização da Eletrobrás, inclusive cerca de 450 trabalhadores da Usina de Furnas.

Leia também: A força nas ruas não pode ser combustível para campanha eleitoral! Paralisação nacional já




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias