Mundo Operário

REPRESSÃO

Polícia ataca violentamente manifestação de estudantes e trabalhadores da USP, diversos detidos

URGENTE: polícia de Doria, aliado de Bolsonaro, ataca violentamente manifestação de estudantes e trabalhadores da USP na Zona Oeste de São Paulo. Há diversos detidos segundo informações. Exigimos sua imediata libertação.

sexta-feira 14 de junho| Edição do dia

Desde os primeiros minutos da manhã estudantes e trabalhadores da USP estiveram reunidos em manifestação. Começaram sua concentração no portão principal da Cidade Universitária, trazendo a manifestação a posição aprovada em assembleia dos trabalhadores da USP unindo a luta contra a reforma da previdência à luta contra os cortes na educação.

A manifestação também deixou claro a exigência às centrais sindicais de estabelecer um plano de lutas. A ativa unidade de trabalhadores e estudantes é o que precisamos para juntar forças e enfrentar os cortes na educação, a reforma da previdência e todo o plano do golpismo.

Depois de horas de manifestação nas vias da região, buscando expressar ativamente a unidade de estudantes e trabalhadores, a manifestação foi atacada pela polícia.
A polícia atacou violentamente a manifestação quando esta se concentrava no entroncamento da Avenida Vital Brasil com a Avenida Francisco Morato.

Há informação de que diversos estudantes e trabalhadores foram detidos. Exigimos sua imediata libertação.

Repudiamos a ação da polícia para tentar calar a voz daquele que se levantam contra a reforma da previdência.




Tópicos relacionados

14J   /    14J Contra a reforma da previdência   /    USP   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar