CASTA POLÍTICA

Para comprar deputados, Joice Hasselman loteia cargos à 11 deputados do Ceará

quarta-feira 17 de julho| Edição do dia

Enquanto avança a absurda reforma da previdência, Bolsonaro tenta neutralizar o presidente da câmara Rodrigo Maia (DEM RJ), com a atuação de Joice Hasselman na disputa pelo centrão, grupo de partidos com 200 deputados, para conseguir maior número de apoio nas votações do congresso. É o que afirma coluna do UOL/Folha.

Joice Hasselmann (PSL-SP), líder do governo no congresso e o ministro-chefe da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, foram destacados para levar a frente estaa operação. A ordem é se concentrar nas propostas dos deputados do centrão para ganhar os votos de cada deputado, numa absurda tentativa de levar a frente a reforma da previdência e atacar a classe trabalhadora e a juventude, onde foram Instruídos por Hasselmann a fechar um acordo entre si para dividir os cargos federais no Estado.

Segundo a coluna relatou, os deputados do Ceará que votaram pela reforma organizaram até lista de cargos divididos entre cada um. A listagem entregue à líder, que tem se reunido com bancadas estaduais para preparar as nomeações, tem até agora 11 deputados do Ceará que votaram o primeiro turno da reforma da Previdência e se dispõem a formalizar o apoio ao governo Bolsonaro caso sejam nomeados.

Segue listagem:
Genecias Noronha (SD) indica o coordenador estadual do Departamento Nacional de Obras contra a Seca;
Moses Rodrigues (MDB), o presidente da Companhia Docas do Ceará;
Domingos Neto (PSD), o superintendente estadual da Fundação Nacional de Saúde (Funasa);
Jaziel Pereira (PL), o superintendente regional Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra);
Antônio José Albuquerque (PP), o chefe da Geap – Auto Gestão em Saúde no estado;
Vaidon Oliveira (Pros), a chefia da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) no estado;

Leita também: A Reforma vai significar o assassinato no chão da fábrica com o fim da aposentadoria especial

Júnior Mano (PL), chefes da Secretaria de Patrimônio da União (SPU), do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e da Superintendência Regional da Receita Federal;
Heitor Freire (PSL), o superintendente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Fundação Nacional do Índio;
Pedro Bezerra (PTB), a chefia da Unidade Regional da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT);
Roberto Pessoa (PSDB), o superintendente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab);
Aníbal Gomes (DEM) indica uma diretoria da Companhia Docas no estado.

Bolsonaro junto dos políticos e dos capitalistas se unificaram para acelerar a tramitação da reforma da previdência mostrando claramente o empenho do governo para atacar a classe trabalhadora, que querem nos fazer trabalhar até morrer para garantirem seus lucros.

Leia também: Entre a estratégia da pressão e da obstrução do PT e PCdoB, avança a cruel reforma da previdência




Tópicos relacionados

Joice Hasselmann   /    Governo Bolsonaro   /    PSL   /    Reforma da Previdência   /    Corrupção

Comentários

Comentar