Sociedade

RIO DE JANEIRO

Paes despeja famílias e derruba casas na comunidade Metrô-Mangueira em plena pandemia

Nesse domingo (11), o prefeito do Rio de Janeiro mostrou mais a que veio ao permitir o despejo de moradores da comunidade Metrô-Mangueira. No momento mais frágil da classe trabalhadora até o momento no país, onde são mais de 350 mil mortos pelo coronavírus, o número de pessoas na linha da miséria bate recordes junto ao desemprego e sem um auxílio emergencial que atenda às necessidades da população, o prefeito do Rio de Janeiro acaba deixar mais famílias na rua.

segunda-feira 12 de abril| Edição do dia

Foto: Divulgação / Secretaria Municipal de Habitação

A ação partiu de um pedido do vereador Márcio Ribeiro (Avante) e o prefeito Eduardo Paes (DEM) não hesitou ao permitir o despejo e a destruição de casa de famílias na mangueira, na zona norte do Rio de Janeiro. "Essa ação traz ordenamento para o local, acabando com comércio e estacionamento irregulares, além por um fim aos furtos de luz e água. Todos os comerciantes estão sendo regularizados e realocados em boxes com toda a infraestrutura necessária para que possam trabalhar de forma mais segura e oferecer um melhor serviço à população".

Outra ação deve acontecer nos próximos dia para desocupar e demolir outros imóveis na mesma região.




Tópicos relacionados

Despejo   /    Ameaça de Despejo   /    Pandemia   /    Eduardo Paes   /    Rio de Janeiro   /    Sociedade   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar