×

Direita | PSDB recolhe os restos do bolsonarismo arrependido: depois de Frota, agora Joice Hasselmann

Urubu em pena de tucano, o PSDB está se especializando em remexer o lixo do bolsonarismo arrependido. Depois do estuprador confesso, Alexandre Frota, adentrar a sigla, agora é a vez de Joice Hasselmann vestir o azul e amarelo.

sexta-feira 8 de outubro | Edição do dia

Eleita pelo PSL em 2018, Joice Hasselmann foi a deputada mais votada do país e chegou a ser líder do governo Bolsonaro na Câmara dos Deputados. Surfou na onda da extrema-direita, da Lava-Jato e rompeu com o governo logo no primeiro ano de mandato após desavenças com a famíglia.

Até parou de falar com algumas amigas, como Carla Zambelli. É tida como pária entre a extrema-direita. Mas apesar do rompimento, Joice nunca deixou de apoiar o grosso das retiradas de direitos, privatizações e ajustes neoliberais do governo Bolsonaro. Tanto o PSDB quanto Joice são cúmplices do buraco em que se encontra o país, com índices de desemprego brutais, miséria crescente e a fila do osso aumentando nas cidades.

A filiação ocorreu nessa quinta-feira, dia 7, e vem gerando comoção nas redes sociais. Joice conta que estava sendo procurada pelo ex-presidente Michel Temer para o MDB, pelo Podemos, e por ACM Neto, então DEM e agora União Brasil. Uma sopa de letrinhas abjeta.

Depois do picolé de chuchu, Alckmin, ter tido menos que 5% dos votos no primeiro turno, o PSDB vem desesperado para tentar emplacar a famigerada terceira via em 2022. Para tanto, atuam como urubus mexendo em carniça arrependida do bolsonarismo a fim de angariar mais votos e internamente a ala de João Dória se fortalecer nas prévias contra Eduardo Leite. Alexandre Frota foi um deles, agora é a vez de Joice Hasselmann.

O Brasil não é, de fato, para amadores pois, além de se aliar definitivamente a João Dória, Joice também assinou um projeto em comum com o PSOL, PCB, UP e PSTU na defesa do superimpeachment.

Nós do Esquerda Diário afirmamos desde o início que é preciso uma unidade de toda a classe trabalhadora contra o governo Bolsonaro e também os ataques, não com a direita. Eles são os grandes defensores das medidas que estão arrasando com a nossa classe, inclusive a senhora Hasselmann e o senhor João Dória. Como diz o ditado popular, praga de urubu não mata cavalo.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias