Sociedade

CARNAVAL

PM reprime bloco de ciclistas no pré-carnaval de Belo Horizonte

Nesta quinta-feira (4), a Polícia Militar reprimiu um bloco carnavalesco de 700 ciclistas quando este passava pela Praça Raul Soares. Houve imenso repúdio nas redes sociais com a divulgação de relatos e vídeos da violenta cena. No comunicado oficial a corporação assumiu que usou 14 bombas de gás e de efeito moral, 26 tiros de borracha e arma de choque (taser), além de ter prendido uma pessoa.

sexta-feira 5 de fevereiro de 2016| Edição do dia

Depois de na quarta-feira (3) o Bloco Chama o Síndico ter levado cerca de 20.000 pessoas às ruas – auto-organizado e sem recursos da prefeitura ou patrocínio de empresas –, parece que a prefeitura de Márcio Lacerda (PSB) e o governo estadual de Fernando Pimentel (PT) quiseram mandar um recado aos foliões que fazem o seu carnaval de forma independente e sem gerar lucro direto nos eventos de parceria do Estado com as empresas.

Quando o Bloco da Bicicletinha passava pela Praça Raul Soares, uma viatura da PM quis atravessar no meio do bloco e derrubou um ciclista. Frente ao protesto de dezenas de ciclistas que tinham visto a cena, a PM-MG respondeu com a conhecida truculência, algemando e levando à viatura um ciclista, e depois dispersando a multidão que se revoltava com gás lacrimogêneo, balas de borracha e todo o arsenal dessa corporação. Veja vídeo:

Eu sempre tive uma posição muito crítica com relação ao modo de agir das polícias militares.

Quando vejo videos e...

Posted by Carlos Edward Campos on viernes, 5 de febrero de 2016

O carnaval de rua de Belo Horizonte tem crescido nos últimos anos e nesse 2016 serão centenas de blocos que juntarão desde algumas centenas até milhares de pessoas. A prefeitura, que algumas semanas atrás tentou proibir até os isopores e caixas térmicas e reprimiu vendedores ambulantes, se desespera ao ver a potencialidade de uma festa popular que tem em sua história a resistência dos negros e populações oprimidas apaixonando na capital mineira centenas de milhares de pessoas que negam ao poder público o direito de decidir trajetos, funcionamento, bebidas e comidas comercializadas, etc. e preferem auto-organizar os blocos de rua.

Chamamos todos a repudiar a repressão de Lacerda e Pimentel e a participar do carnaval de Belo Horizonte. Conheça alguns dos blocos mais famosos da cidade:

Então, brilha!
Concentração: sábado, 7h30
Rua Guaicurus, Centro

PPK – Pena de Pavão de Krishna
Concentração: domingo, 8h
Local a definir

Alcova Libertina
Concentração: domingo, 16h
Av. dos Andradas

Baianas Ozadas
Concentração: segunda-feira, 11h
Avenida João Pinheiro, s/n, Funcionários

Juventude Bronzeada
Concentração: terça-feira, 10h
Praça Lions, Floresta




Tópicos relacionados

Sociedade   /    Belo Horizonte

Comentários

Comentar