×

Racismo | PM racista de Eduardo Leite (RS) ataca jovem trabalhador em um shopping da Capital

Circula na internet um vídeo onde um policial da Brigada Militar do Rio Grande do Sul ataca e algema violentamente um adolescente negro de 15 anos. O jovem estava trabalhando vendendo doces em uma praça de alimentação do Shopping Bourbon Wallig, na Zona Norte da Capital.

segunda-feira 24 de janeiro | Edição do dia

No vídeo, enquanto o policial algema o adolescente que está deitado no chão o adolescente grita "Parece que eu roubei agora! Todo mundo vai falar que eu roubei. Aí, podem gravar por favor? Eu entrei no shopping vendendo bala, o que vocês estão fazendo? Parece que eu roubei vocês. Parece que eu roubei. Eu não roubei! Por que vocês estão fazendo isso comigo? Parece que eu roubei vocês. Eu estava só vendendo bala. Só estava sentado ali conversando!".

Com a intensificação da crise e a precarização da vida da juventude, o trabalho informal se torna cada vez mais visível na cidade. As instituições do regime burguês, que criam essas condições de miséria também são as mesmas que reprimem o trabalhador, nesse caso com a BM, que conta com uma tradicional truculência racista e opressora, mandando um recado claro para a juventude negra: “Aqui vocês não são bem vindos, Fora”.

Os casos de brutalidade e racismo policial não são novidade para ninguém no Brasil, nos últimos anos, inspirados no Black Lives Matter, vimos grandes manifestações contra a violência policial e o racismo. Lembramos que Porto Alegre foi cenário do violento assasinato do Nego Beto, espancado até a morte por um policial de folga.

É necessária a mobilização pelo fim das operações policiais rumo a abolição da policia como um todo. Leia mais: “A luta para acabar com a polícia é a luta para acabar com o capitalismo”.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias