Sociedade

VIOLÊNCIA POLICIAL

PM de São Paulo avança na higienização da Cracolândia com bombas e repressão

A Policia Militar de São Paulo começou nesta quinta-feira (23), por volta do meio dia, a Operação Nova Luz. O alvo é a Cracolândia no centro da capital, onde a PM atuou com forte repressão, utilizando balas de borracha e gás lacrimogêneo contra os moradores de rua e usuários que lá estavam.

quinta-feira 23 de fevereiro de 2017| Edição do dia

Após o inicio da ação repressiva da PM se esboçou uma certa resistência dos que lá estavam, montaram barricadas e atiraram pedras contra a policia. As imagens mostram a disparidade da força repressiva utilizada pela PM, utilizando seu aparato contra pedras e lixos amontoados em barricadas de moradores de rua usuários do crack abandonados por qualquer assistência do estado.

A PM do governador tucano Alckmin nem mesmo informou para a imprensa o motivo oficial da operação. Em notícia, O GLOBO afirma que a repressão, iniciada ao meio-dia nos arredores da rua Helvetia, seria devido aos usuários terem entrado em conflito com bombeiros dos arredores. A prefeitura de Dória afirma que não participou da ação dado que não foi informada previamente, negando o envolvimento da GCM.

Entretanto, o nome que a operação leva é o mesmo do projeto que durou décadas na cidade, projeto Nova Luz, que visa a valorização imobiliária do local, para atrair a especulação imobiliária para a área expulsando os moradores de rua com a força policial. O uso de violência nada tem a ver com qualquer resolução para o problema da situação de morar na rua ou do uso do crack, apenas agrava ainda mais a situação brutal vivida por estas pessoas.

Como já apresentado por Doria em seu programa, a burguesia paulista busca novamente a revitalização da região da luz, ligando diretamente com uma política higienista. Como de praxe, reprimi os usuários e moradores que lá estão.

Ademais, a "investigação" do GLOBO sobre o caso cumpre o papel de acobertar os reais interesses do estado nesta operação. Os interesses representados são das elites do país, passam longe de solucionar o problema, querem mais espaço para especulação para multiplicar suas fortunas, com apoio dos tucanos, tanto na prefeitura quanto no estado.




Tópicos relacionados

PM São Paulo   /    João Doria   /    PSDB   /    Alckmin   /    Repressão   /    Sociedade   /    São Paulo   /    violência policial

Comentários

Comentar