Teoria

CURSO REALIZADO EM CAMPINAS [novos trechos]

O Capital: NOVOS elementos introdutórios

Gilson Dantas

Brasília

quinta-feira 15 de outubro de 2015| Edição do dia

Continuando a divulgação de outros elementos do curso realizado em Campinas [ Casa Socialista] sobre O capital de Karl Marx, divulgamos abaixo mais trechos – vídeos - da exposição que procurou desvendar elementos da estrutura capitalista a partir daquela obra fundamental do marxismo.

Uma das chaves da discussão e do debate ali realizados foi a respeito do papel central do proletariado na sociedade moderna, papel revolucionário em potencial, na condição de único sujeito político que pode deter o caminho para a barbárie no planeta; e também papel orgânico, na produção.

O capital apenas pode se apoderar da produção através do proletariado: tem que assalariar a classe trabalhadora, caso contrário não frutifica, não se acumula. Os operários, como argumentou certa vez o marxista italiano Labriola, “só podem existir e renovar-se entregando-se como mercadoria, como força de trabalho, cujo uso é abandonado ao critério, isto é, às conveniências dos possuidores de capital. A harmonia entre capital e trabalho está toda nisto: o trabalho é a força viva com a qual os proletários continuamente põem em movimento e reproduzem, com novo acréscimo, o trabalho acumulado no capital. Este nexo — que é resultado de um desenvolvimento, que é toda a essência íntima da História moderna, propicia a chave para entender a nova razão da luta de classes, da qual a concepção comunista se tornou auxílio e expressão — é, por outro lado, feito de tal maneira que nenhum protesto do coração e do sentimento, nenhuma argumentação de justiça pode resolvê-lo ou desfazê-lo”.

Não se pode conceber um futuro sem luta de classes, que expresse as relações comunistas entre os homens, sem entender o essencial conforme demonstrado por K Marx em O capital, onde desenvolve outra dimensão da mesma concepção histórica já posta no Manifesto Comunista e, dessa forma, passando a entender aquilo que Labriola chamou de “essência íntima da história moderna”, dando portanto forma objetiva a todo nosso sentimento de justiça e indignação moral em relação à sociedade como ela é hoje, excludente e dilacerada.

Essa foi uma das motivações para aquele curso introdutório sobre O capital.

Novos tópicos estão disponíveis a partir de agora no youtube.Você pode assisti-los em:

Tópico n.4 =

O que é o livro O capital de K Marx - A mercadoria força de trabalho, a mais-valia e o trabalho abstrato/concreto. [4min]

Tópico n.5 =

Lucro e taxa média de lucro, queda tendencial da taxa média de lucro, contra-tendências à queda da taxa média de lucro. Capitalismo e barbárie. Plano versus mercado. Fetichismo, relação entre coisas e relações sociais capitalistas. [24 min]

COMPLEMENTO: desenho animado El empleo . Curta metragem El empleo 6,2 minutos, créditos: www.opusbou.com.ar. Direção de Santiago B Grasso/ Curta ganhador de 106 prêmios internacionais.

Tópico n.6 =

O que K Marx quer com O capital? O capital segundo: Marx, Engels, F Wolff, M Berman. [8 min]

Veja parte 1 aqui.




Tópicos relacionados

Teoria

Comentários

Comentar