×
Rede Internacional

Carestia de vida | No Brasil de Bolsonaro, consumo de carne bovina é o menor em 12 anos

O consumo de carne bovina, em 2020, caiu 5%. Devido aos preços elevados da carne vermelha, brasileiro teve que aumentar consumo de frango (7%) e de ovo (9%).

terça-feira 20 de julho | Edição do dia

A queda no consumo de carne bovina, no maior país exportador do produto do mundo, se deu pelo quarto ano seguido segundo Abiec (Associação Brasileira de Exportadores de Carne). O trabalhador brasileiro está cada vez mais se vendo obrigado a optar pelo ovo e frango como fontes de proteína na hora da refeição.

Para este ano, 2021, a estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento é que o consumo de carne bovina por pessoa seja o menor em 25 anos! Por um lado, a alta desenfreada da inflação desde os insumos (como milho e soja), por outro a ganância dos barões do agronegócio que visam a exportação do produto, deixando o mercado interno e os bolsos dos trabalhadores cada vez mais em apuros para que seus lucros sejam cada vez maiores.

Segundo o presidente da ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal) neste ano o ‘boom’ nas demandas por ovo e frango será ainda maior, visto que o preço da carne vermelha continuará subindo.

VEJA TAMBÉM:

O aumento dos preços tira a carne da marmita do trabalhador
Maior exportador de carne do do mundo, Brasil tem o menor consumo em 25 anos




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias