×

Crise hídrica | “Não há data para terminar”, diz governo Bolsonaro sobre bandeira vermelha na conta de luz

O Ministro de Minas e Energia do governo Bolsonaro, Bento Albuquerque, afirmou hoje que “Não há data determinada para isso terminar”, se referindo à bandeira de escassez hídrica que vem aumentando consideravelmente a conta de luz de todos. Valores estratosféricos estão arrasando com todo mundo.

terça-feira 14 de setembro | Edição do dia

"Não há data determinada para isso terminar. Nós trabalhamos com planejamento, metodologia, mas estamos vivendo uma crise hídrica que mês a mês as afluentes são menores, e isso tira a previsibilidade de quando essa crise vai acabar”, disse o ministro bolsonarista hoje, 14, em entrevista para o programa Opinião no Ar, da RedeTV.

A partir desse mês de setembro a bandeira da escassez hídrica começou a valer, o que representa um aumento de quase 50% com relação à bandeira vermelha patamar 2 que já estava sendo aplicada em agosto.

O aumento da conta de luz vem causando estragos imensos à maioria da população. Desde famílias se queimando com álcool para cozinhar até pequenos comércios demitindo funcionários para pagar a conta de luz, a crise está sendo despejada nas costas da maioria trabalhadora do país.

O ministro bolsonarista disse que talvez em dezembro, quando as chuvas voltarem a aumentar no país, a geração de energia volte ao que era antes, "mas não há como prever, fazer uma previsão em relação à hidrologia neste momento”.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias