Sociedade

Motoboy é agredido e ameaçado por policial armado e fora de serviço

Em Taguatinga do Norte, Distrito Federal, um motoboy, durante uma entrega de aplicativo em um condomínio foi agredido por um morador policial, fora de serviço.

terça-feira 21 de janeiro| Edição do dia

A violência do policial foi gravada em vídeo por uma moradora. De forma truculenta o morador exige que o motoboy tire a moto da frente do condomínio alegando ser área privada. O motoboy responde que está sendo desrespeitado e pede educação. O policial aumenta a agressividade, bate no entregador de 21 anos e depois ainda saca e aponta a arma.

Assim como nos momentos de serviço, o policial fica visivelmente alterado quando o motoboy ameaça filma-lo. Foi depois deste momento que o policial bate e saca a arma contra o entregador gritando para que ele retirasse a moto. Em vídeo gravado pelo próprio motoboy ele afirma: “A portaria desse prédio está me tratando mal. O policial ali (aponta para o PM) chegou me batendo, arrastando um revólver e dizendo que era um bosta, que eu sou um lixo".

A atitude do policial, fora de serviço, expressa a natureza institucional da Polícia, treinada cotidianamente para ter raiva de trabalhadores, em todos os momentos, usa e abusa da violência.




Tópicos relacionados

Sociedade   /    violência policial   /    Brasília

Comentários

Comentar