BLACKLIVESMATTER

Minneapolis: Milhares de pessoas tomam as ruas para exigir justiça por George Floyd

Milhares de pessoas se reuniram nas ruas de Minneapolis para protestar contra o assassinato de George Floyd pela polícia. Os manifestantes enfrentaram bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha.

quarta-feira 27 de maio| Edição do dia

Na segunda-feira, um policial de Minneapolis foi filmado matando George Floyd em plena luz do dia na frente de uma multidão de pessoas. O vídeo comovente e profundamente enfurecedor se tornou viral, sendo compartilhado milhões de vezes. Mensagens de raiva, raiva e mágoa encheram a internet.

Na terça-feira, os políticos protestaram, fingindo profunda preocupação e raiva por sua morte. Policiais famosos, Kamala Harris e Amy Klobuchar, conhecidos por defender o brutal sistema penitenciário, se manifestaram contra o assassinato. O assassinato ocorreu na cidade natal de Ilhan Omar e, embora ela tenha aplaudido a demissão, ela não demandou a prisão dos policiais assassinos. Ela meramente pediu uma "investigação". Não há nada para investigar. Há um vídeo de um assassinato. Trump tem estado convenientemente em silêncio, mas grande parte de sua base de extrema direita racista defendeu o assassinato.

Como consequência da raiva e indignação generalizada, os quatro policiais envolvidos no assassinato foram demitidos, incluindo Derek Chauvin, o policial branco que se ajoelhou no pescoço de Floyd, matando-o, assim como Tou Thao, que estava de guarda para proteger seu parceiro assassino. Os outros dois policiais ainda não foram nomeados. Nenhum dos policiais demitidos foi preso. Mesmo com um vídeo demonstrando claramente um assassinato, os policiais estão livres para voltar para casa e suas famílias.

Na noite de terça-feira, milhares de pessoas tomaram as ruas de Minneapolis, protestando contra o assassinato da polícia de Floyd. Assistindo ao vídeo, é evidente que as multidões estão tentando se distanciar socialmente, usando máscaras, mas permanecendo fortes no meio de uma estrada movimentada em Minneapolis, bloqueando o tráfego.

Os manifestantes marcharam para a 3ª delegacia do Departamento de Polícia de Minneapolis. A polícia, com equipamento anti-motim, jogou gás lacrimogêneo contra eles - que teve sucesso limitado, pois todos estavam usando uma máscara facial devido ao COVID-19. Os policiais atiraram nos manifestantes com balas de borracha e jovens manifestantes atiraram pedras nos policiais.

O assassinato de George Floyd é um dos muitos exemplos recentes de violência policial e de vigilantes brancos contra negros: Ahmed Arbery, Breonna Tayor e Sean Read. E agora George Floyd, que, lembrando Eric Garner, dizia repetidamente que não conseguia respirar quando um policial se ajoelhava em seu pescoço.

O espírito de Ferguson e Baltimore está no ar. O espírito dos jovens negros que estão cansados de policiais perseguindo e matando eles foi aceso. Nos juntamos ao chamado deles. Justiça para George Floyd. Prisão para os policiais assassinos. Organização de trabalhadores e grupos oprimidos juntos para combater o racismo. E lutar pela abolição da polícia e por uma uma sociedade sem exploração ou opressão.




Tópicos relacionados

Justiça para George Floyd   /    George Floyd   /    Black Lives Matter   /    Racismo   /    Racismo EUA   /    Violência policial   /    [email protected]   /    Internacional

Comentários

Comentar