×

Urgente | Milton Ribeiro é preso por desviar dinheiro do MEC a pastores aliados de Bolsonaro

O ex-Ministro da Educação indicado por Bolsonaro foi preso nessa manhã (22) por conta do escândalo do desvio de verbas públicas para favorecer pastores aliados de Bolsonaro. A Polícia Federal prendeu também o pastor bolsonarista Gilmar Santos e deve realizar novas prisões ainda hoje.

quarta-feira 22 de junho | Edição do dia

A prisão ocorreu na manhã desta quarta-feira (22), executada pela Polícia Federal por conta do "balcão de negócios" realizado pelo ex-Ministro da Educação de Bolsonaro, na liberação de verbas do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento) a pastores bolsonaristas. Junto dele também foi preso o pastor Gilmar Santos, também ligado a Bolsonaro. Além deles, o pastor Arilton Moura também tem um mandato de busca e apreensão.

Milton Ribeiro é inimigo declarado da educação pública, atacou em diversas declarações as universidades públicas e fez de tudo para colocar a verba da educação nas mãos de pastores aliados seus e de Bolsonaro. A ação da PF, batizada de Acesso Pago, que investiga a prática de "tráfico de influência e corrupção para a liberação de recursos públicos" do FNDE, cumprirá ainda 13 mandados de busca e apreensão e cinco prisões em Goiás, São Paulo, Pará e Distrito Federal.

O escândalo das negociações revela uma das partes mais podres das negociatas que acontecem nos bastidores da democracia burguesa e ainda mais na extrema-direita bolsonarista. Pastores que sequer fazem parte do governo negociando verba pública para seus próprios interesses políticos e Milton Ribeiro que em áudio diz que prioriza pedidos dos amigos e de pastores ligados a Bolsonaro. Existem relatos de prefeitos alegando pedido de propina em ouro.

Vale ressaltar que a PF é inimiga dos trabalhadores e da juventude, e sua atuação nunca é no sentido de defender a justiça ou a educação, pois faz parte do aparato repressivo do mesmo Estado que assassinou Genivaldo e que aplica cortes bilionários na educação.

Acompanhe o desenrolar do caso pelo Esquerda Diário.

Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias