×
Rede Internacional

DURANTE ELEIÇÕES DE 2018 | Militar bolsonarista que fez fake news de Kit Gay é condenado a 12 anos por pornografia infantil

Jorge Antônio Batalino Riguette foi apontado pelo FBI como um dos 109 maiores distribuidores de pornografia infantil na internet.

sexta-feira 18 de junho | Edição do dia

A 1° Vara Federal de Nova Friburgo condenou Riguette a 12 anos e 11 meses de prisão em regime fechado.

Riguette foi candidato a vereador pelo DEM em 2008, na cidade de Trajano de Moraes, e fez campanha por Jair Bolsonaro em 2018, realizando ataques contra o inexistente "Kit Gay" e reivindicando a ditadura.

O Juiz Federal Arthur Emílio de Carvalho Pinto, que acatou o pedido do Ministério Público Federal, afirmou que de acordo com investigações do FBI realizadas no período de 15 de setembro à 21 de setembro de 2017, Riguette era um dos 109 maiores distribuidores de pornografia infantil por meio de redes na internet.

De acordo com as investigações, o militar utilizava seu apartamento para armazenar e transmitir os materiais, tendo compartilhado 197 arquivos em bancos de dados internacionais contendo exploração sexual de crianças e adolescentes.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias