Sociedade

PRIVATIZAÇÃO DA CARRIS

Melo diz que vai encaminhar projeto de privatização da Carris nos próximos 30 dias

O prefeito de Porto Alegre Sebastião Melo (MDB) deixa de repassar 6 milhões para a Carris e afirma que irá encaminhar o projeto de privatização nos próximos 30 dias.

segunda-feira 19 de abril| Edição do dia

Melo disse ainda que o custo de operação da empresa é 40% mais caro que das privadas mas não falou palavra alguma sobre a Carris estar dando conta de várias linhas que as privadas abandonaram na pandemia. A prefeitura subsidia empresários do transporte com auxílio emergencial para que esses mantenham seus níveis de lucro enquanto os funcionários demitidos durante a pandemia estão sem auxílio algum. Além da isenção fiscal milionária para 2022.

Fatos que Melo oculta para vender a Carris e satisfazer os lucros dos empresários

Melo quer mesmo que acreditemos que o custo de operação da Carris é 40% mais caro? Então que demonstre, solicite abertura dos livros de contabilidade das empresas privadas e compare publicamente. A Carris vem sendo sucateada há anos de forma proposital para entregá-la nas mãos da iniciativa privada, um bando de cães famintos prontos para devorá-la.

A Carris é um patrimônio público e histórico de Porto Alegre e é preciso organizar uma forte resistência para que sejam os motoristas e cobradores, funcionários da manutenção e de tráfego, junto com usuários que administrem e controlem a empresa. Que todo o transporte de Porto Alegre seja público como a Carris e controlado pelos trabalhadores.

Leia também: 6 motivos para lutar contra a privatização da Carris e desfazer as mentiras de Melo

Sebastiao Melo quer destruir a mais antiga empresa pública de transporte coletivo do pais




Tópicos relacionados

Privatização dos transportes   /    Porto Alegre   /    Precarização do Transporte Público   /    carris   /    transporte público poa   /    rodoviários poa   /    Sociedade   /    Economia   /    Política

Comentários

Comentar