Educação

MARXISMO

“Marxismo & Educação” novo curso do Campus Virtual Esquerda Diário. Inscreva-se!

O novo curso do Campus Virtual Esquerda Diário “Marxismo & Educação” buscará estabelecer as relações entre a teoria marxista e a educação. Um debate fundamental e que em meio ao aprofundamento da crise capitalista e dos desdobramentos da crise sanitária torna-se ainda mais latente. Inscreva-se e faça parte dos grupos de estudo.

sexta-feira 22 de maio| Edição do dia

Fomentar um espaço de formação marxista para os trabalhadores da educação, estudantes de pedagogia e licenciaturas e interessados.

Debater a educação a partir da perspectiva marxista é o objetivo desse curso. Nesse sentido à luz das elaborações de Marx, Lênin, Trotski, Krupskaya e de tantos outros que contribuíram para o marxismo revolucionário iniciaremos o curso “Educação e Marxismo” no Campus Virtual Esquerda Diário.

O curso será ministrado por Mauro Sala, professor de sociologia do Instituto Federal de São Paulo, doutor em Educação pela Unicamp e colunista da Rede Internacional Esquerda Diário. As aulas [quatro] ocorrerão às terças-feiras, às 17:30 horas.

A educação sempre foi um elemento importante no programa dos trabalhadores para sua emancipação. Estudar o legado marxista e tirar as lições de cada processo histórico que será debatido ao longo desse curso [ver estrutura no Campus Virtual] é fundamental para a reflexão quanto ao papel que os professores e estudantes [escolas/universidades] podem cumprir diante da crise histórica do capitalismo. A importância desse debate se eleva com os desdobramentos da crise sanitária que de forma acelerada, e cobrando em vidas, aprofunda a decadência histórica do capitalismo.

Os capitalistas e os governos desde antes da pandemia já deixavam explícito que sua saída para a crise é descarregá-la nas costas dos trabalhadores com reformas, como a da previdência, ao mesmo tempo em que avançavam com imensos ataques à educação, como a Reforma do Ensino Médio, cortes nos orçamentos das universidades públicas, projetos de ideologia reacionária na Educação Básica [Escola Sem Partido], dentre outros. Se é um fato que a educação produz e reproduz habilidades necessárias para o processo do trabalho, no capitalismo ela cumpre um papel não só de formar novas gerações, mas sim gerações de trabalhadores. Nesse sentido, o barateamento do processo de formação, com a precarização do processo educativo responde a duas questões: não somente baratear o custo geral da força de trabalho, mas também achatar/aligeirar o processo educativo via transformação do currículo a fim de inocular uma ideologia individualista e pró-mercado.

Ou seja, em meio a crises governos e padrões buscam adequar a educação aos seus objetivos e ganâncias. Com a pandemia isso fica escancarado. Enquanto os estudantes, principalmente das escolas públicas, amargam em seus lares a fome, o desemprego e o luto, os governos em aliança com os monopólios do ensino (amplamente apoiados por Weintraub, mas fortalecidos durante os governos do PT) aproveitam para avançar com a Educação à Distância, que além de ser completamente excludente também é a precarização encarniçada tanto do trabalho educativo quanto do processo de aprendizagem diante das condições reais de acesso a tecnologias e internet da maior parte dos estudantes do nosso país.

Em suma, os governos atacam a educação, pois além de ser um importante nicho de mercado sabem o papel que cumprem os professores. Seja como intelectual orgânico que goza de importante prestígio social ou por ser a categoria de trabalhadores que historicamente responde aos seus ataques de conjunto.

Diante dos objetivos desse curso e da breve reflexão traçada anteriormente é que acreditamos na potencialidade desse curso. Além das aulas serão criados grupos de estudos para aqueles que estiverem interessados em aprofundar as reflexões levantadas em cada sessão. A proposta é que os grupos de estudos sejam espaços vivos de discussão ideológica e política onde, certamente, se expressará a realidade desde cada local de trabalho e/ou estudo.

O Esquerda Diário vem tomando uma série de iniciativas para difundir a reflexão teórica e formação marxista. Após a realização do exitoso curso sobre O Capital de Karl Marx, ministrado por Iuri Tonelo, e do curso [em andamento] sobre o legado de Lênin, ministrado por Simone Ishibashi, agora é a vez do curso Marxismo & Educação com Mauro Sala.

As informações sobre a estrutura do curso e bibliografia está disponível no Campus Virtual Esquerda Diário.

Para participar, basta se inscrever no site do Campus Virtual Esquerda Diário.

A primeira sessão, “Marx e a educação dos trabalhadores”, ocorrerá no dia 9 de junho às 17h30. Há três textos como sugestão de leitura para essa sessão:

Texto 1- Marx e Engels. Seções I e II do Manifesto do Partido Comunista de 1848.

Texto 2 - Marx. Capítulo 9 do Capital: “Legislação fabril (Cláusulas sanitárias e educacionais)”.

Texto 3 - Item IV da Crítica ao programa de Gotha.

Venham participar e conhecer o campus virtual onde também estão sendo oferecidos outros cursos sobre a teoria revolucionária e o marxismo, além de oferecer uma plataforma de filmes e venda de livros em conjunto com as Edições Iskra.




Tópicos relacionados

Marxismo   /    Educação   /    Teoria

Comentários

Comentar