Sociedade

TRAGÉDIA MARIANA

Manifestantes pintam a sede da Vale de lama no Rio de Janeiro

terça-feira 17 de novembro de 2015| Edição do dia

Em ato na sede da Vale no Rio de Janeiro manifestantes protestaram contra o crime ambiental da mineradora Samarco da Vale, tragédia que aconteceu durante a tarde da quinta feira 5 de Novembro no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana. (informe-se mais aqui)

Com os gritos de "não foi acidente!" os manifestantes repudiaram a Mineradora Samarco e a Vale e exigem que a empresa se responsabilize pelo maior crime ambiental da história do Brasil Outros manifestantes exigiram a re-estatização da empresa.


Também estiveram presentes militantes da Juventude às Ruas e do MRT levantando a consigna de "Estatização da Vale sob controle dos trabalhadores, as riquezas minerais são do povo!!" e também culpam as empresas e os governo do estado de Pimentel do PT pela catástrofe:



Os manifestantes trouxeram lama com a qual encheram a fachada do prédio da vale e escreveram "Re-estatização já" nas janelas do imóvel. Confira vídeos do ato aqui:




Tópicos relacionados

Tragédia em MG-ES   /    Sociedade

Comentários

Comentar