Sociedade

ENQUETE SOBRE REESTATIZAÇÃO DA VALE

Maioria dos leitores do Esquerda Diário defendem reestatização da Vale

O Esquerda Diário realizou ao longo de uma semana enquete sobre a reestatização da Vale sob controle dos trabalhadores. A pesquisa aconteceu ao longo da semana em que se completou um mês da tragédia de Mariana, depois do rompimento da barragem da empresa Samarco, cujos donos são a Vale e a BHP, as duas maiores empresas de mineração do mundo.

quinta-feira 3 de dezembro de 2015| Edição do dia

A enquete teve 350 votos e 87% dos leitores responderam “sim” para a pergunta: “Essa empresa era estatal, mas foi privatizada durante o governo de Fernando Henrique Cardoso. Sabendo da negligência na manutenção da barragem e na contenção da catástrofe, você acha que a Vale S.A. deveria ser reestatizada e controlada pelos trabalhadores?”.

Entrevistamos Flavia Vale, professora de Contagem:

“Após um mês da tragédia causada pelos capitalistas da mineração, a empresa Samarco dá calote de suas multas por ter causado a maior destruição ambiental do Brasil. Enquanto isso a Vale e a BHP, duas gigantes da mineração, seguem impunes. A Vale foi privatizada em 1997 pelo governo Fernando Henrique Cardoso que vendeu a preço de banana as riquezas naturais de nosso país e quem mais sofre com isso é a população e os trabalhadores como bem disseram alguns de nossos leitores comentando a pesquisa.

Outros leitores colocaram a dúvida se reestatizar seria a melhor via já que estamos presenciando o maior escândalo de corrupção na Petrobrás. Os governos petistas seguiram o mesmo modelo após a privatização da Vale e concederam quantias bilionárias para essa empresa chegar a ter sido uma das vinte empresas do mundo com maior lucro líquido. Junto a isso foram os mesmos que receberam, junto a sua base governista, mais de 32 milhões apenas da Vale, o que mostra um governo comprado pelos interesses da mineração. Não se viu por outro lado ganho algum para os trabalhadores e o povo brasileiro, pelo contrário, passamos por uma bárbara tragédia fruto desta ganância capitalista.

Por isso, a única saída viável para não haver novas tragédias, que são iminentes, que tem por trás o lucro dos capitalistas, é a reestatização sem indenização aos antigos donos. No entanto, diferente de como é hoje a Petrobrás, a empresa tem que estar sob controle dos trabalhadores e não de altos executivos a mando dos governos que serve às mineradoras. Apenas a partir do controle da empresa feito peos trabalhadores, que realmente conhecem a empresa, seria possível colocar as riquezas naturais a serviço da população e não dos capitalistas nacionais e estrangeiros.”




Tópicos relacionados

Tragédia em MG-ES   /    Sociedade

Comentários

Comentar