×
Rede Internacional

JULGAMENTO LULA | Julgamento do STF decide que Moro foi parcial contra Lula

O julgamento já tinha a maioria dos votos em abril, mas foi suspenso após pedido do ministro Marco Aurélio. Julgamento foi retomado hoje, quarta-feira, e conclui que Moro foi parcial no julgamento de Lula com sete votos a favor e quatro votos contra.

quarta-feira 23 de junho | Edição do dia

Imagem: Guito Moreto/Agência O Globo

O julgamento foi retomado após a suspensão em abril, contando com os últimos dois votos do ministro Marco Aurélio e do presidente da corte Luiz Fux, ambos votando contra a manutenção da suspeição ao lado do ministro Luís Roberto Barroso. Votaram a favor da manutenção ilmar Mendes, Nunes Marques, Alexandre de Moraes, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli, Cármen Lúcia e Rosa Weber.

- Marco Aurélio adia aposentadoria; sua cadeira será a segunda indicada por Bolsonaro

Segundo o Globo, Luiz Fux afirma que o direito de defesa do ex presidente Lula “não foi prejudicado pelo fato de os processos terem sido conduzidos em uma vara ‘incompetente’”. A defesa de Lula afirmou que o juiz não era imparcial, usando como base as mensagens trocadas entre Moro e os procuradores da Operação Lava-Jato.

Com a decisão de que Moro estava em condição suspeita de julgar Lula, todas as decisões proferidas pelo juiz não poderão ser utilizadas em um novo possível julgamento pela Justiça Federal do Distrito Federal, para onde o caso foi enviado.

Leia também: A esquerda institucional e a busca de um caminho de subordinação ao PT




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias