Gênero e sexualidade

HOMOFOBIA

Jovem é brutalmente assassinado à pedradas por homofobia na Bahia

Jovem foi morto a pedradas e teve o corpo queimado. Agressores admitiram a motivação como sendo o crime de ódio.

sexta-feira 17 de julho| Edição do dia

Guilherme de Souza, 21 anos, estava voltando para casa no bairro da Conquista, periferia de Luís Eduardo Magalhães, oeste do Estado da Bahia, quando foi abordado por dois jovens, de 14 e 16 anos, onde foi abordado, agredido e apedrejado por ambos. Ainda o levaram para uma casa e atearam fogo ao corpo. Um dos jovens foi apreendido e confessou o crime e a motivação. O jovem se incomodava com Guilherme, pela sua homossexualidade e diz ter premeditado o crime.

Escalada de crimes de ódio contra homossexuais

No Brasil homossexuais sofrem a bastante tempo com o desprezo e perseguição. Há diversos casos históricos de crimes cometidos, muitos ficando até impunes. Com a ascensão do Bolsonarismo cresceu o medo e receio dos LGBTs no Brasil, pelo incentivo e diversas falas proferidas pelo até então candidato que persistiram após sua posse.

Com suas teorias da conspiração, o modo habitual de ação da extrema-direita, Bolsonaro faz associações absurdas de doutrinação infantil e pedofilia. Enquanto isso, nas ruas das cidades Brasil afora, seguem crescendo o número de casos de homofobia, como este absurdo caso na Bahia.

Pode lhe interessar

Em meio à pandemia, Bolsonaro acusa OMS de incentivo à homossexualidade e masturbação infantil

“Máscara é coisa de ‘viado’”, diz Bolsonaro, escancarando homofobia e negacionismo




Tópicos relacionados

Homofobia e Transfobia   /    LGBT   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar