×

CORONAVÍRUS | Governo do Amazonas pagará a partir de hoje o Cartão Auxílio Estadual

Em meio ao caos sanitário que atinge o estado, o governador do Amazonas Wilson Lima (PSC) criou auxílio estadual de apenas 600 reais, que serão pagos em 3 parcelas de 200 reais. Este auxílio só poderá ser usado para pagar alimentos e produtos de higiene e limpeza.

segunda-feira 1º de fevereiro | Edição do dia

(Foto: Euzivaldo Queiroz/Especial para o MS)

O valor de 600 reais será dividido em 3 parcelas de 200 reais, sendo que 2 serão pagas em fevereiro e uma em março. Os cartões serão entregues na casa das famílias, e só poderão ser utilizados para comprar alimentos e produtos de higiene e limpeza. O programa irá atender a 100 mil pessoas, que foram escolhidas segundo critérios do governo estadual, que incluiu ainda critérios de desempate para definir qual família recebe e qual não, mesmo que ambas se enquadrem nos critério mínimos. Ou seja, esse auxílio não irá nem sequer chegar a todos que precisam.

O caos sanitário no estado do Amazonas, a falta de oxigênio nos hospitais e a gestão para a morte tanto de Bolsonaro/Pazuello quanto do governador Wilson Lima e do prefeito de Manaus David Almeida (Avante) é escândalo internacional. O povo precisa respirar, não só literalmente nos hospitais, mas nas ruas com uma gestão racional da pandemia, com testagem massiva da população, identificando assim os infectados e mapeando com quem a pessoa teve contado. Somente assim é possível isolar racionalmente a circulação do vírus colocando as pessoas em locais apropriados para quarentena como hotéis, pousadas e garantindo uma alimentação saudável.

Leia também: Se o Amazonas agoniza com o descaso capitalista, são os trabalhadores que podem dar a saída

Nas mãos dos políticos que aí estão, a serviço dos capitalistas, deixar morrer é uma opção. A vida nunca esteve em primeiro lugar, o lucro e a economia capitalista sim. Somente a classe trabalhadora unida e organizada, tomando em suas próprias mãos o controle daquilo que produzem, sejam produtos ou serviços, pode garantir as medidas emergenciais de fato, que garanta leitos e oxigênio para quem for preciso, testes massivos, uma organização racional do isolamento social e da distribuição de alimentos. bem como de uma vacinação massiva da população.

A pandemia escancarou que são os trabalhadores ou os capitalistas a pagarem pela crise, por hora os trabalhadores e pobres estão pagando com suas próprias vidas por uma crise que não criaram. Impor que sejam os capitalistas que paguem pela crise que criaram é uma questão de vida ou morte para nossa classe!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias