×

VACINA PARA TODOS JÁ! | Frente às novas cepas e à terceira onda da covid, lutar pela quebra das patentes já!

Frente às mais de 475 mil mortes pela Covid no Brasil e quase 4 milhões de mortes pelo mundo, fica mais claro a incapacidade do capitalismo de conter um vírus que ele mesmo criou. Nem 25% da população brasileira vacinou com a 1ª dose da vacina, a terceira onda já é uma realidade para os próximos meses e o Brasil segue sendo uma incubadora a céu aberto de novas cepas do novo coronavírus, tudo isso está na conta de Bolsonaro, Mourão, militares e golpistas. A única saída para essa situação é a luta através da mobilização dos trabalhadores junto da juventude nas ruas pela quebra das patentes milionárias das vacinas! É essa força que temos que demonstrar no 19J!

Luiza EineckEstudante de Serviço Social na UnB

terça-feira 8 de junho | Edição do dia

Foto: @scarlettrochaphoto

Essa situação catastrófica é fruto da política negacionista e genocida de Bolsonaro e Mourão conjuntamente do regime do golpe institucional que tem atores fundamentais com o STF, Congresso Nacional, etc. O Brasil segue sendo um dos países com a pior gestão da pandemia. São mais de 475 mil mortes no país, nem 25% da população tomou a primeira dose da vacina e menos de 10% tomou a segunda.

Leia mais: Novos ares de mobilização e a adaptação à agenda da CPI: confiar nas forças da nossa classe e da juventude

Uma verdadeira incubadora a céu aberto de novas cepas(variantes), recentemente foi descoberta uma nova variante, a P.4, da mesma linhagem da cepa de Manaus, que foi identificada em mais de 20 municípios de São Paulo. E, também, a variante da Índia em algumas cidades pelo país. A terceira onda, segundo especialistas, já é uma realidade para o país nos próximos meses, a perspectiva é de que ela seja ainda ainda pior que as últimas duas. As estimativas são de que atinjamos 500 mil mortes ainda este mês.

Frente a essa situação absurda, a prioridade de Bolsonaro e Mourão foi assinar com a Conmebol a realização da Copa América (Cepa América) aqui no Brasil, o campeonato de futebol começa nesta sexta, 11.

Leia mais: "Cepa América": governadores do centro-oeste mostram serviço para Bolsonaro, aceitando sediar o torneio

O alto número de mortes, conjuntamente com níveis recordes de fome e desemprego no Brasil e com a escassez das vacinas, expressam a política levada à frente por Bolsonaro e os golpistas desde o dia 1 da pandemia, de total descaso com a vida dos trabalhadores, da juventude e dos mais pobres. Na realidade, eles aproveitaram dessa situação para nos atacar ainda mais, passando dos diversos ataques, reformas, demissões. Porém, sem nunca mexer um dedo para garantir a testagem massiva da população, vacina para todos, etc.

A resposta do porque eles não fizeram isso é bastante simples, para garantir os lucros das grandes empresas e laboratórios farmacêuticos, tanto com os testes caríssimos, mas, agora, principalmente, com o desenvolvimento das vacinas, que possuem patentes milionárias, o que não permite que sejam fabricadas em grande escala, logo não são distribuídas para toda a população.

Essa é a irracionalidade do sistema capitalista, baseado na exploração da maioria trabalhadora para garantir os lucros exorbitantes das grandes empresas e monopólios. Do capitalismo e seus governos não podemos esperar nada, só mais miséria. Alguns setores até podem apresentar algumas saídas, precisamos avaliar qual é o caráter dessas saídas, se é para salvar as vidas da população ou fingir que estão fazendo alguma coisa para aquietar os ânimos populares.

É com essa lente que devemos analisar a CPI da Covid aberta no Senado Federal, ala do regime fundamental para o golpe institucional de 2016 e pelo aprofundamento dos ataques aos trabalhadores. A CPI é um teatro bem arquitetado mas que não podemos cair nessa trama protagonizada por golpistas, que em nenhum momento debateram nela como resolver a crise que vivemos, e sim em uma tentativa de lavar a cara da situação em que nos encontramos, nos quais eles também são culpados.

Para conquistarmos vacina para todos já, é preciso que a classe trabalhadora que mostrou sua força no dia 29M, mas também em processos de resistência durante esse um ano e meio de pandemia, toma em sua mão essa luta nas ruas, de forma independente das saídas por dentro das instituições golpistas que mudaria seis por meia dúzia como é o impeachment e a espera passiva de 2022, como defende vergonhosamente setores da esquerda.

Pode te interessar: Atos do dia 19 não podem ser palanque para Lula, e sim preparar uma paralisação nacional

Nossa luta deve ser antiimperialista e anticapitalista para garantir a quebra das patentes milionárias das vacinas, para sua produção em massa e distribuição racional em todo o mundo, com uma intervenção estatal em todas as empresas farmacêuticas e laboratórios, para colocá-los sob o controle dos profissionais de saúde. Por isso, é indispensável lutar pela reconversão da produção de todas as indústrias não essenciais para garantir a produção, sob controle dos trabalhadores, dos equipamentos e insumos para o combate à pandemia como leitos, testes, vacinas.

Dessa forma, as Centrais Sindicais como a CUT e a CTB, dirigidas pelo PT e PCdoB, deveriam romper com sua quarentena infinita e aproveitar deste momento de maior disposição de luta que se abriu no dia 29M e organizar os trabalhadores, convocando assembleias em cada que local de trabalho, que debatam uma paralisação nacional como expressão da nossa força e unidade como uma só classe ao lado dos estudantes fortemente atacados e um plano de lutas unificado para lutar por vacina para todos já com quebra das patentes e sem indenização as empresas, por um plano emergencial de combate à fome e ao desemprego, e contra todas as reformas e ataques.

Leia mais: É preciso mudar as regras do jogo: por uma nova assembleia constituinte imposta pela luta

Precisamos de uma saída da nossa classe que enfrente com Bolsonaro, Mourão, os militares e o conjunto desse regime golpista. Rumo ao 19J, gritamos bem alto: Basta de morrer pela Covid e pelo lucro capitalista, vacina para todos já com quebra das patentes!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias