RIO DE JANEIRO

Estudantes e trabalhadores da UFRJ fecham Linha Vermelha

sexta-feira 14 de junho| Edição do dia

Como parte das paralisações contra a a reforma da previdência e os ataques a Educação, estudantes e trabalhadores da UFRJ fecharam a Linha Vermelha que dá acesso a universidade no Rio de Janeiro. A UFRJ é uma das universidades que mais sofreu ataques por parte do governo Bolsonaro, tendo 41% de seu orçamento congelado. Com essa ação agora de madrugada a comunidade universitária da UFRJ mostra que não aceitará ataques, seja sob a forma de cortes na Educação seja com a retirada das nossas aposentadorias. Na parte da tarde uma concentração em frente ao IFCS está marcada para as 14h e em seguida professores, estudantes e trabalhadores da UFRJ comporão o ato.

Leia mais: Rio de Janeiro amanhece com paralisações e atos contra a reforma da previdência




Tópicos relacionados

14J   /    14J Contra a reforma da previdência   /    Greve Geral   /    Jair Bolsonaro   /    Reforma da Previdência   /    Faísca - Juventude Revolucionária e Anticapitalista   /    UFRJ   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar