Mundo Operário

EMPREENDEDOR

Enquanto uns temem pela vida, Alexandre Guerra (NOVO) teme pelo lucro de sua rede Giraffas

terça-feira 24 de março| Edição do dia

Em vídeo publicado em sua rede social o empresário Alexandre Guerra, sócio da rede de restaurantes Giraffas e candidato ao Governo do Distrito Federal pelo Partido Novo nas eleições de 2018, fez declarações dizendo que o trabalhador, que segundo ele está “numa tranquilidade, curtindo um pouco esse home office”, devia estar com medo de perder seu emprego e frisando durante todo tempo que sua preocupação está na perda do lucro, não com vida dos trabalhadores em frente a crise do corona vírus.

“Se você pensa que o custo vai ser pessoas infectadas, mortes em razão desse vírus, esse não vai ser o maior custo para a população brasileira, porque isso está sendo tratado. Agora o que não está sendo tratado nem conversado é o custo que as medidas remediadoras vão ocasionar para as pessoas brasileiras. ”, declarou o empresário. Assim como o dono do Madero, Alexandre Guerra também acha que o lucro é mais importante que a vida de milhões de trabalhadores, pois para ele os prejuízos econômicos serão mais grave e o maior custo da pandemia, tratando as mortes como algo secundário.

Alexandre, que diz ser empreendedor há 20 anos, acha um absurdo as suspensões das atividades econômicas e que essas medidas atrapalham seus negócios e seus lucros, declara ainda em vídeo sua preocupação com os empresários terem que pagar salários aos trabalhadores durante a pandemia.

No final, sabemos que a preocupação de Alexandre Guerra, Junior Durski, entre outros capitalistas, é como fazer a população pagar por essa crise, o mesmo fez questão de declarar:“Você que é funcionário, que talvez esteja em casa numa boa, numa tranquilidade, curtindo um pouco esse home office, esse descanso forçado, você já se deu conta que, ao invés de estar com medo de pegar esse vírus, você deveria também estar com medo de perder o emprego? ”. O empresário encerra o vídeo dando incentivo para que os empresários tomem coragem para implementar as medidas mais duras que já tomaram nos seus negócios, para que não fiquem paralisados.

Sabemos que a situação não está controlada ou sendo tratada, como diz o empresário. Para realmente combater essa pandemia, o Estado precisa garantir testes para todos, para que seja possível sabermos quem está infectado ou não, já que diversas pessoas infectadas não apresentam sintomas e seguem indo aos postos de trabalho.

Para Alexandre Guerra, Junior Durski e tantos outros capitalistas o lucro importa mais que a vida das pessoas. Os capitalistas tentam fazer política com essa crise, se mostrando preocupados e prestativos, dizendo que faltará emprego no futuro. Mas a verdade é que eles é que vivem de folga, pois sobrevivem da exploração do trabalho dos outros. Alexandre Guerra e muitos outros "empreendedores" são supérfluos e desnecessários para que a produção funcione, na realidade sobrevivem em base aoo trabalho dos outros. E querem seguir sugando mesmo com o risco de vida para os trabalhadores.

Mais do que nunca os trabalhadores não podem aceitar pagar por essa crise! Não se enganem com a falsa preocupação dos capitalistas, eles possuem recursos, riquezas e fortunas particulares, que deveriam ser taxados e os recursos revertidos em leitos de UTI. E que os trabalhadores controlem a produção para servir realmente ao combate ao corona vírus, não ao lucro desses empresários.




Tópicos relacionados

Coronavírus   /    Partido Novo   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar