×
Rede Internacional

ELEIÇÕES 2022 | Em Marabá, Bolsonaro e Malafaia transformam inauguração de obra em palanque eleitoral

Com Malafaia e ministros a tiracolo, Bolsonaro inaugurou uma obra rodoviária em Marabá e realizou um discurso eleitoral cheio de ataques e mentiras. Afirmou que deseja a vitória de alguém "de direita, conservador e que respeite a família" nas eleições de 2022.

sexta-feira 18 de junho | Edição do dia

Durante cerimônia de liberação da pavimentação de 102 km da Rodovia Transamazônica (BR-230/PA), Bolsonaro voltou a recomendar o uso de medicamentos sem eficácia comprovada, citando-os por nome, e disse recomendar que "pessoas que tenham problemas com a covid-19 que procurem seu médico para o tratamento precoce". Nas transmissões semanais das últimas semanas, o presidente tem evitado divulgar o nome e o uso de remédios sem comprovação contra a covid-19 sob pena de ter o conteúdo retirado das redes sociais por violação aos termos de uso.

Veja também:Para combater a crise é preciso apostar na luta com uma perspectiva anticapitalista

’Entregaremos país muito melhor do que aquele que recebemos’

Bolsonaro também disse que entregará, ao fim de seu mandato, um país melhor em relação a janeiro de 2019, quando iniciou o governo. Após ressaltar a maioria cristã da população brasileira, ele afirmou que deseja a vitória de alguém "de direita, conservador e que respeite a família" nas eleições presidenciais de 2022.

"Respeitamos todas as religiões, mas é muito bom ter Deus no coração", disse durante cerimônia de liberação da pavimentação de 102 km da Rodovia Transamazônica (BR-230/PA) e assinatura da ordem de serviço para o Início das obras da ponte sobre o Rio Xingu.

Bolsonaro elogiou seus ministros e os comparou ao time da seleção brasileira campeã da Copa do Mundo de 1970. "No passado sempre se dizia: é muito fácil ser técnico da seleção brasileira com Pelé, Tostão, entre outros. Ser presidente do Brasil não é fácil, mas é muito facilitado pelo time de ministros que nós temos."

O pastor Silas Malafaia, que participará hoje do culto de comemoração dos 110 anos da Assembleia de Deus, em Belém, com o presidente, integrava a comitiva, assim como o deputado federal Marco Feliciano (Republicanos-SP). Há expectativa que o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues (PSOL), também prestigiará o evento do reacionário Malafaia. Malafaia discursou endossando o discurso eleitoral de Bolsonaro:

“Declaro que vão vir tempos de benção e prosperidade sobre o Brasil. Presidente Bolsonaro, os seus inimigos não prevalecerão contra você. Você com Deus é maioria sempre”, disse.

O presidente também foi homenageado pelas Câmaras Municipais de duas cidades paraenses, que lhe concederam títulos de cidadão local.

Com informações da agência Estado




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias