Educação

GREVE DOS PROFESSORES

Diversas Coordenadorias Regionais da Educação (CRE) amanhecem bloqueadas por professores no RS

Categoria está em greve desde esta segunda-feira (18) contra o pacote de ajustes neoliberais do governador Eduardo Leite.

sexta-feira 22 de novembro de 2019| Edição do dia

Na manhã desta sexta-feira (22), várias coordenadorias regionais da educação, as CREs, foram fechadas por educadores e alunos em diversas cidades do Rio Grande do Sul. Até o momento, a ação foi confirmada nas CREs de Porto Alegre, Canoas, Carazinho, Caxias do Sul, Cruz Alta, Gravataí, Ijuí, Livramento, Osório, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Pelotas, Rio Grande, São Leopoldo, Santa Cruz do Sul e Santa Maria.


Leia também: Hipocrisia: Leite diz que plano de carreira é a causa da situação precária dos professores

A greve dos professores estaduais se enfrenta com um brutal pacote de ajustes que Eduardo Leite quer aprovar contra o funcionalismo público, um ataque que vem como continuidade regional da terrível Reforma da Previdência aprovada por Bolsonaro, Guedes, Maia e o congresso. É preciso cercar de solidariedade essa greve para o funcionalismo público e a classe trabalhadora gaúcha possam derrotar os planos de Leite de nos fazer pagar a conta da crise.







Tópicos relacionados

Eduardo Leite   /    cpers   /    Rio Grande do Sul   /    Greve Professores RS   /    Greve   /    Educação

Comentários

Comentar