Sociedade

NATAL RN

Denúncia: situação de UBS em Natal-RN escancara subnotificações de coronavírus

A denúncia feita por Maria (nome fictício adotado para preservar a identidade da mesma), foi feita há 2 semanas atrás. A estudante de técnico de enfermagem afirma ter recebido informações de colegas que trabalham na mesma área que atuam nas respectivas unidades de saúde do bairro Esperança e Pajuçara.

segunda-feira 6 de abril| Edição do dia

As unidades têm pessoas diagnosticadas com o COVID-19 internadas em tratamento. Maria também aconselhou a não fazer nenhum teste voltado para o diagnóstico do vírus nas unidades em questão e afirmou: "tem muito mais pessoas que foram diagnosticadas com o corona e que os jornais não divulgam", concluiu.

Entramos em contato com Maria mais uma vez por redes sociais, Facebook, e ela confirmou a informação mas não disse o número de pacientes internados nas unidades.

O número de testes ainda é muito baixo e os dados são completamente opacos. Fica impossível saber a quantidade de contaminados na ausência de dados transparentes fornecidos pelos governos. Campanhas de teste em massa em um estágio inicial tem o efeito de reduzir a mortalidade, permitindo que se assuma o controle da pandemia rapidamente.

Para combater a pandemia e combater a política negacionista de Bolsonaro, militares e golpistas, o teste em massa é uma condição necessária, inclusive exigindo da governadora Fátima Bezerra (PT). Desse ponto de vista, a primeira medida elementar deve ser disponibilizar testes gratuitos e massivos a todos, começando com todos aqueles que são obrigados a trabalhar. Os trabalhadores que não realizam serviço essencial nesse momento devem ser liberados. Isso permitiria que todas as pessoas infectadas fossem detectadas para impedir a propagação do vírus e parar a contaminação no local de trabalho.




Tópicos relacionados

Coronavírus   /    Fátima Bezerra (PT)   /    Governo Bolsonaro   /    Natal   /    Sociedade   /    Saúde

Comentários

Comentar