Sociedade

AUTORITARISMO

Delegado descumpre ordem judicial e envia processo contra Felipe Neto à Justiça Federal

Influencer era investigado por chamar Bolsonaro de Genocida, mas o caso já foi suspenso pela Justiça do Rio. O Delegado descumpriu e o mandou à Justiça Federal.

sexta-feira 16 de abril| Edição do dia

Imagem: Felipe Neto/Divulgação

Numa clara tentativa de coerção, censura e perseguição, o delegado que investigava o caso de Felipe Neto e outras três pessoas enviou o caso à Justiça Federal.

O delegado responsável pela Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, no Rio, Pablo Dacosta Sartori, encaminhou no último dia 14 a Justiça Federal, o que seria um descumprimento da própria Justiça do Rio, que suspendeu as investigações.

No último mês diversos casos de censura e perseguição vieram à tona país à fora, casos da escalada autoritária pelo país, com Bolsonaro inflamando suas bases bolsonaristas, com força dentro das corporações policiais, como este delegado.

Relembre aqui alguns casos:

- Prisão de ativista do PSOL é mais um episódio na escalada autoritária do governo.

- Bolsonaristas ameaçam jogar bomba em Sintufrj por cartaz com "Bolsonaro Genocida"

- Lei de Segurança Nacional: a mordaça em nome da política genocida de Bolsonaro e militares




Tópicos relacionados

Felipe Neto   /    BolsonaroGenocida   /    Bolsonaro   /    Estado Policial   /    Censura   /    Jair Bolsonaro   /    Sociedade

Comentários

Comentar