Política

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

DEM quer Congresso reunido em janeiro para votar Reforma da Previdência

Líder do DEM defende convocação do Congresso em janeiro para discutir Previdência.

segunda-feira 5 de dezembro de 2016| Edição do dia

O líder do DEM na Câmara, Pauderney Avelino (AM), defendeu nesta segunda-feira, 5, a autoconvocação do Congresso Nacional em janeiro para analisar a proposta de reforma da Previdência que será encaminhada pelo governo nesta terça-feira, 6. "Estamos num momento muito delicado da vida nacional e, como disse o presidente Fernando Henrique Cardoso, estamos atravessando uma pinguela, e essa pinguela é uma coisa frágil. Temos de chegar 2018 da melhor forma possível. O Congresso tem de dar respostas à sociedade brasileira", disse o deputado.

Por sociedade seguramente ele entende a FIESP e similares entidades patronais, pois o projeto apresentado significará, na média que todos brasileiros precisarão trabalhar dez anos mais para ter direito a aposentadoria.

Em um discurso afinado com o Palácio do Planalto, o parlamentar pregou que neste momento é preciso se "despir" de conceitos políticos e votar as matérias de interesse do País, como a reforma da Previdência. Para Pauderney, a base governista não "faltará" com o governo e aprovará a proposta.

Interesse do país? A esses senhores votantes da entrega do pré-sal, do impeachment, e depois de suas auto-anistias parece que realmente o interesse do país é algo digno de nota.

Essa pressa do Congresso em votar o ataque aos direitos de todos trabalhadores não deve encontrar resistência da mídia ou do judiciário, setores que levantaram a voz contra as "emendas da meia noite" nas chamadas Dez Medidas de Combate à Corrupção.

Com informações da Agência Estado




Tópicos relacionados

Reforma da Previdência   /    Política

Comentários

Comentar