×

Paulista 24J | Contra Bolsonaro e Mourão vem com a Faísca, Esquerda Diário e MRT nesse 24J em São Paulo

No próximo sábado, dia 24 de julho, estão sendo chamados atos contra o governo Bolsonaro em diversas cidades do país. Em São Paulo o ato será na Av. Paulista em frente o MASP, às 15h. Nós da Faísca, Esquerda Diário e MRT estaremos lá. Seremos estudantes, jovens trabalhadores precários do telemarketing, entregadores, mas também metroviários, professores, trabalhadores da USP e da indústria, trabalhadores terceirizadas, bancários, defendendo a unificação de nossas lutas para derrotarmos Bolsonaro e Mourão com a força da nossa mobilização e organização.

terça-feira 20 de julho | Edição do dia

A crise politica no país está em um de seus momentos mais tensos desde o início do mandato Bolsonaro. Manifestações contra seu governo acontecem em todo o país, os escândalos de corrupção envolvendo compra das vacinas pautados na CPI, essa que é encabeçada por senadores que defenderam o golpe institucional e votam a favor de todas as reformas que atacam nossos direitos, recorde de desaprovação em meio as taxas altíssimas de desemprego e inflação sentidas todos os dias, junto com as mortes pela Covid, pelos trabalhadores. Mas nada disso tem impedido que Bolsonaro, lado a lado de grande parte do parlamento (inclusive daqueles que dizem combatê-lo na CPI) e do judiciário siga avançando com as retiradas de direitos dos trabalhadores, privatizações como da Eletrobrás e Correios, atacando os direitos mais fundamentais dos povos indígenas através do PL 490, e os militares ao seu entorno elevando o tom do discurso golpista em reação à CPI.

Frente a esse cenário não é possível termos que nos contentar com o horizonte de esperar até 2022 para derrotar Bolsonaro nas eleições, deixando intacto todo esse regime podre, como quer Lula e o PT. Ou de fazer pressão pelo Impeachment que além de colocar um militar no poder, o racista general Mourão, fortaleceria as instituições desse regime fruto do golpe. É a nossa classe, com nossos métodos de luta, junto com a juventude, os indígenas, as mulheres, os negros e LGBTs que pode enfrentar estas ameaças, assim como todas as reformas, cortes e privatizações.

No próximo sábado, dia 24 de julho, estão sendo chamados atos contra o governo Bolsonaro em diversas cidades do país, convocados por entidades de trabalhadores e estudantes, assim como por movimentos sociais. Em São Paulo o ato será na Av. Paulista em frente o MASP, às 15h. E se você também acha que não adianta tirar Bolsonaro e colocar um Mourão, esse reacionário racista filhote da ditadura, então você precisa conhecer nosso bloco. Nós da Faísca, Esquerda Diário e MRT defendemos que precisamos estar nas ruas expressando todo nosso ódio contra Bolsonaro e Mourão e unificando todas as nossas pautas contra os ataques em curso. Nós estaremos nas ruas, mas já deixamos claro, não somos aliados da velha direita neoliberal, como os Doria ou Kim Kataguiri da vida, que há anos massacra ou ajuda a massacrar nosso povo. E tão pouco somos o bloco que cai na lábia do PT de que basta votar em Lula em 2022 e pronto, como se nossas vidas pudessem esperar até lá.

Convidamos todas e todos a compor nosso bloco da Faísca, Esquerda Diário e MRT nas ruas nesse 24J para defender a unidade das nossas lutas contra Bolsonaro e Mourão! Seremos estudantes, jovens trabalhadores precários do telemarketing, entregadores, mas também metroviários, professores, trabalhadores da USP e da indústria, trabalhadores terceirizadas, bancários...

Vem com a gente defender que precisamos gritar por Fora Bolsonaro e Mourão e construir uma greve geral para atingir onde mais dói nos capitalistas e nesses governos, parando as engrenagens que produzem os lucros deles. Temos certeza de que essa seria uma demonstração da nossa força muito mais potente que os atos espaçados e no final de semana que vem ocorrendo.

Vem com a gente defender que precisamos de um real plano de lutas e que nossa mobilização precisa ser construída a partir de assembleias de base em cada local de trabalho e estudo, e não em reuniões antidemocráticas como fazem as direções das centrais sindicais e dos movimentos estudantis.

Vem com a gente defender que com a força da nossa classe, podemos ir por mais! Não somente levantar a bandeira por Fora Bolsonaro e Mourão, assim como os militares e todos os ataques, mas apresentar uma alternativa política que questione o conjunto do regime político fruto do golpe institucional de 2016. Como uma Assembleia Constituinte, que seja livre e soberana, imposta pela nossa mobilização, dissolvendo as velhas instituições que serviram ao golpe institucional.

Veja mais aqui: Editorial MRT 3 propostas para a classe trabalhadora enfrentar a crise política no Brasil

Neste dia 24 de julho estaremos com toda força defendendo essas ideias. Em São Paulo, às 15h na Av. Paulista, em frente ao MASP. Vem construir com a gente os blocos da Faísca, Esquerda Diário e do MRT, na cidade de São Paulo e por todo país gritando Fora Bolsonaro e Mourão!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias