×

Com os piores salários do mundo, professores no Brasil terão salários congelados até 2036

Emenda aprovada ontem no congresso congela salários do baixo funcionalismo público, que inclui professores e profissionais como enfermeiros e médicos, linhas de frente na atuação do combate ao coronavírus. Enquanto isso, Juízes e Políticos continuarão com seus salários milionários.

sexta-feira 12 de março | Edição do dia

Foto: Congresso Federal

A nefasta “PEC Emergencial” 186 aprovada ontem no Congresso Nacional fará com que funcionários públicos fiquem sem reajustes salariais até 2036. Este projeto de autoria do governo Bolsonaro é um claro ataque aos funcionários públicos que mais vem sofrendo nos últimos anos.

Como a PEC alcança funcionários em todas as escalas federativas, incluindo estados e municípios, professores e outros trabalhadores de diversas cidades do Brasil viverão com salários paupérrimos enquanto o alto funcionalismo público, como de Juízes e Políticos continuarão recebendo fortunas ano a ano e aumentando os próprios salários.

Os professores do Brasil são, dentre todos os países analisados pela OCDE, os que recebem os piores salários do mundo. Com este projeto serão ainda mais rebaixados.

Mais este ataque surge num momento em que professores de diversas cidades do Brasil vem lutando para terem garantias mínimas de salubridade num retorno forçado por diversas prefeituras e estados, tudo isto em meio a maior crescente registrada pela pandemia do coronavírus.

A Professora da Rede Estadual de São Paulo e militante do MRT e do Movimento Nossa Classe, Maíra Machado falou em suas redes sobre este absurdo:

Saiba mais: Com a nefasta PEC Emergencial, funcionalismo pode ter salário congelado até 2036




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias