Política

PRIVILÉGIOS

Com o dinheiro da mansão de Flavio Bolsonaro, compraríamos mais de 100 mil doses de vacina

Seria possível vacinar o estádio do Itaquerão, uma cidade de mais de 50 mil habitantes ou um bairro como o Jaguaré, de São Paulo, apenas com o dinheiro gasto na mansão de Flávio Bolsonaro.

sexta-feira 5 de março| Edição do dia

Enquanto Bolsonaro chama os brasileiros de idiotas e mandam eles comprarem vacina “na casa da tua mãe”, nós fomos até a casa do seu filho e calculamos quantas vacinas poderiam ser adquiridas com o valor da mansão recém comprada.

O senador, cujo salário não passa de de R$ 34 mil, pagou quase R$ 6 milhões numa mansão com terreno de 2.400 metros quadrados, tudo com dinheiro público e empréstimos a baixos juros do Banco de Brasília (atualmente sob comando de aliado do papai). Com R$ 6 milhões, seria possível comprar 103.092 doses de vacinas da coronavac, segundo os preços indicados pelo próprio governo. Cada dose custa R$ 58,20 e, para imunizar uma pessoa, são necessárias duas doses. Ou seja, a mansão do 02 bancaria imunizar um total de 51.546 brasileiros. O equivalente a uma cidade de porte pequeno, ou o estádio Itaquerão (do Corinthians) inteiro.

Vidas poderiam ser literalmente salvas se atacássemos os privilégios milionários de políticos e juízes. Além de vacinas compradas, milhões poderiam ser destinados para construção de leitos de UTI e contratação de mais funcionários, que hoje estão sendo massacrados pela sobrecarga e superlotações Brasil afora, bem como para ajudar a pagar a remuneração dos trabalhadores de serviços não essenciais enquanto houvesse paralisação desses setores.

Mas acontece que os políticos, aliados de Bolsonaro e de seus filhos, estão mais preocupados em atacar os trabalhadores e o povo brasileiro, aprovando reformas e privatizações para ampliar os lucros dos já milionários, enquanto demoram para aprovar um auxílio de R$ 250 que bancaria um almoço no planalto.

É preciso combater esses privilégios de marajás, bem como a corrupção escancarada envolvendo o dono da fantástica loja de chocolate que esbanja milhões para comprar mansões enquanto sobram provas de corrupção envolvendo as rachadinhas e desvio de dinheiro público.




Tópicos relacionados

Vacina contra a covid-19   /    Bolsonaro   /    Política   /    Vacina   /    Vacinação   /    Coronavírus   /    privilégios   /    Flavio Bolsonaro   /    Governo Bolsonaro   /    Política

Comentários

Comentar