×

Manifesto da Fração Trotskista Quarta Internacional | Centro-oeste: Porque ir na apresentação do Manifesto por uma Internacional da Revolução Socialista?

O Movimento Revolucionário de Trabalhadores (MRT) chama todes trabalhadores, estudantes, mulheres, [email protected] e LGBTs do centro-oeste brasileiro que já não aguentam mais esse sistema de miséria e buscam uma alternativa para derrubar o capitalismo, para a apresentação do Manifesto da Fração Trotskista Quarta Internacional (FT/QI): ‘O Desastre Capitalista e a Luta por uma Internacional da Revolução Socialista”. Esperamos todes sexta-feira, 17h30 - com a participação de Diana Assunção, dirigente do MRT e fundadora do Pão e Rosas Brasil.

segunda-feira 21 de junho | Edição do dia

São quase 4 milhões de mortos pela COVID no mundo. Enquanto isso, a soma da fortuna dos 8 maiores bilionários do mundo é maior que 1 trilhão de dólares - uma riqueza maior do que o PIB da Nigéria, Argentina e Bolívia somados. A pandemia demonstrou que a propriedade privada beneficia uma meia-dúzia de capitalistas, mas é um entrave para a esmagadora maioria da população mundial.

Aumenta-se o desemprego, a fome e a morte, ao mesmo tempo em que a humanidade já possui tecnologia suficiente para vacinar toda a população mundial - o que é sistematicamente boicotado pelas patentes das vacinas.

Isso está escancarado no centro-oeste brasileiro: enquanto o agronegócio bate recordes de exportações, o país volta ao mapa da fome e 10% da população tem de viver com R$10 diários no Goiás. São 500 mil mortos em todo o país pela COVID: os culpados são Bolsonaro, o racista e saudosista da ditadura General Mourão e os militares que nunca estiveram tanto no governo desde a ditadura e apenas atacam a classe operária brasileira. Mas são também responsáveis o STF - que aprovou a Copa América e que queria reviver o "Marco temporal" contra a auto-determinação indígena - o Congresso Nacional - que aprovou um ataque ao meio-ambiente com o PL do licenciamento ambiental; assim como os governadores como os racistas e mais bolsonaristas do que nunca Ibaneis e Caiado, e também Mauro Mendes e Reinaldo Azambuja - esses últimos que deixaram o pantanal queimar para dar passagem ao agronegócio. Todos esses atores estão juntos para descarregar a crise nas costas da juventude e da classe operária do centro-oeste.

É urgente, portanto, a luta pelo fim desse sistema de miséria. Precisamos de uma ferramenta da classe trabalhadora capaz de levar os trabalhadores ao poder, trazendo consigo para destruir o capital todos os oprimidos, os camponeses, indígenas, quilombolas, o povo pobre e sem teto. Essa ferramenta para nós é o partido mundial da revolução socialista.

É por isso que nós do Movimento Revolucionário de Trabalhadores (MRT), sessão brasileira da Fração Trotskista Quarta Internacional (FT/QI), convidamos todos para a apresentação do Manifesto “O Desastre Capitalista e a Luta Por uma Internacional da Revolução Socialista”. Fazemos esse chamado a todes trabalhadores, estudantes, mulheres, [email protected] e LGBTs do centro-oeste brasileiro que já não aguentam mais esse sistema de miséria e buscam uma alternativa para derrubar o capitalismo.

Leia o manifesto aqui: O desastre capitalista e a luta por uma Internacional da Revolução Socialista

Veja também o vídeo de apresentação dele: 1º de Maio - Ato Internacional da Fração Trotskista - Quarta Internacional

Nos vemos sexta, 17h30!!!
Para participar mande uma mensagem para 61 999032711 (Luiza)




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias