PRIVATIZAÇÃO DO SUS

Candidaturas do MRT chamam à mais ampla defesa do SUS contra Bolsonaro

Bolsonaro e Guedes anunciaram planos para a privatização do SUS em meio à pandemia, num ato de absoluto desprezo pelas vidas de milhões.

quarta-feira 28 de outubro| Edição do dia

Bolsonaro e Guedes mostraram seu ódio visceral aos trabalhadores e pobres de todo o país anunciando os planos de privatização do SUS através das unidades básicas de saúde. A medida imposta ataca a porta de entrada do SUS onde até então era gerida exclusivamente por entidades públicas, agora na mira de um programa de concessões e privatizações do governo, o PPI (Programa de Parcerias de Investimentos).

O decreto prevê a elaboração de “Estudos de alternativas de parcerias com a iniciativa privada para a construção, a modernização e a operação de Unidades Básicas de Saúde dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios”.

O decreto vem em meio a quase 160 mil mortes pela pandemia do coronavírus, cujos efeitos foram agravados pela catástrofe sanitária organizada pelos capitalistas, que sucatearam e mantiveram com dinheiro público subsídios aos monopólios privados de saúde.

As candidaturas para vereador do Movimento Revolucionário dos Trabalhadores (MRT), em São Paulo, em Contagem/MG e em Porto Alegre/RS se pronunciaram sobre o tema:




Tópicos relacionados

Privatização da Saúde   /    Governo Bolsonaro   /    SUS   /    Privatização

Comentários

Comentar