Mundo Operário

FAVELA DENUNCIA

CORONAVÍRUS: Denúncia de um morador do morro da Providência-RJ

O Esquerda Diário está se colocando à serviço de dar voz a situação do povo trabalhador e mais precarizado em meio a Pandemia do Coronavírus. Estamos recebendo diversas denúncias das favelas do Rio de Janeiro sobre a extrema situação de vulnerabilidade que estes trabalhadores estão sujeitos.

segunda-feira 23 de março| Edição do dia

Segundo a prefeitura do Rio de Janeiro os casos confirmados de coronavírus subiram de 170 para 207 do domingo, 22, para esta segunda-feira, 23, nos mesmos 33 bairros registrados no domingo. A projeção de contagio é enorme e justifica a preocupação do morador do morro da Providência que denuncia a falta de água na comunidade, bem como o descaso dos governos para com o povo pobre expressando seu medo diante de um sistema de saúde muito precário.

"Boa tarde, venho por meio do Esquerda Diário, embasar minha preocupação com a situação do povo mais vulnerável desse país, trabalho na área de segurança, até agora não recebi nenhuma orientação da minha empresa sobre o equipamento de proteção individual. Estou muito preocupado com os moradores da minha comunidade, aqui tem muita falta de água e álcool gel é um produto raríssimo e muitos não tem condições de comprar. Nesse momento aqui na minha comunidade algumas pessoas relutam a entrar no isolamento social imposto pelas autoridades, o Estado mais uma vez esquecem as favelas cariocas, nenhuma orientação e nem mesmo uma ação para mudar esse cenário. Meu medo é muitas pessoas daqui se infectar com o vírus e procurar o sistema de saúde pública, milhões de pessoas moram em comunidades dessa cidade, nenhum sistema de saúde pública aguentará isso. No meu caso especial tenho várias pessoas no chamado grupo de risco, tenho tomado algumas medidas que amenize o risco de contaminação mas isso não basta, tenho grande medo de contaminar minha família pois sou único da casa que ainda não parou de trabalhar. A minha revolta é se o Estado brasileiro vai se omitir ou garantir que a população das comunidades cariocas não morra de fome e nem falte água para a prevenção. Para finalizar esse depoimento peço que respeitem o isolamento social. Vamos denunciar nossas situações nessa pandemia porque quem vai morrer seremos nós e não eles."

Enquanto os trabalhadores fazem tudo o que está ao seu alcance para prevenir e cuidar de seus parentes próximos que são do grupo de risco, o governo segue atacando os trabalhadores para salvar empresários e banqueiros, como foi a MP colocada em vigor pelo Bolsonaro na noite desse domingo (22). A situação das favelas no RJ são muito preocupantes, principalmente pela falta de água. Como as pessoas irão se prevenir e evitar contagio sem água? Esta situação é revoltante e demonstra que não podemos ter nenhuma ilusão nos governadores, no Congresso Nacional ou em Bolsonaro que vão resolver esta crise. Somente os trabalhadores, se reorganizam a produção a serviço das necessidades imediatas geradas pela pandemia, podemos ter uma saída de fundo para esta crise.

* * * * * * * * *
CORONAVÍRUS: ENVIE SUA DENÚNCIA
Contato / WhatsApp / Signal / Telegram: +55 11 97750-9596
E-mail: esquerdadiario@gmail.com

Contribua com o Esquerda Diário!

Siga o Esquerda Diário nas redes sociais!
Youtube: Esquerda Diário
Instagram: @EsquerdaDiarioOficial
Twitter: @EsquerdaDiario
Facebook: Esquerda Diário




Tópicos relacionados

Favela Denuncia   /    Coronavírus   /    favela   /    Rio de Janeiro   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar