Juventude

GREVE DOS PETROLEIROS

CA de Letras da USP faz campanha em apoio à greve dos Petroleiros

segunda-feira 17 de fevereiro| Edição do dia

Os trabalhadores da Petrobrás vem batalhando há 17 dias em uma greve em defesa de 1000 empregos e contra o fechamento de uma Fábrica de Fertilizantes da Petrobrás no Paraná. O CAELL Oswald de Andrade, que representa os estudantes de Letras da USP, realizou uma campanha em apoio à luta dos petroleiros que se enfrenta contra a agenda privatista de Bolsonaro e Guedes.

Em um país com muitos milhões de desempregados, a direção da Petrobrás e o Governo Federal querem demitir cerca de mil trabalhadores, efetivos e terceirizados, como parte da agenda privatista de Bolsonaro e Paulo Guedes para entregar a Petrobrás nas mãos do imperialismo. Os petroleiros se levantam contra isso em uma forte greve que já atinge quase todas as instalações da Petrobrás.

É uma importante greve que pode ameaçar o cerne do projeto golpista que são as privatizações na Petrobrás, o governo responde à greve com autoritarismo e a grande mídia insiste em esconder e não dar visibilidade à greve.

Estudantes de letras da USP desde o seu Centro Acadêmico impulsionaram uma campanha de fotos em apoio para dar visibilidade à greve e conscientizar os calouros sobre esta importante luta operária. A gestão do CAELL Oswald de Andrade é composta por estudantes organizados na juventude Faísca – Anticapitalista e Revolucionária e estudantes independentes.

Veja as fotos:




Tópicos relacionados

Petrobras   /    Privatização da Petrobras   /    Caell   /    Crise da Petrobrás   /    USP   /    Juventude

Comentários

Comentar