Sociedade

CORONAVÍRUS

Brasil alcança mais de 1000 mortos por coronavírus e testes massivos ainda são negados

No Brasil chega ao número de 1.056 mortes com o número de 19.638 casos de infectados, sendo que esse número pode ser muito maior com a falta de testes. é extremamente urgente que tenha testes massivos já!

sexta-feira 10 de abril| Edição do dia

Nesta sexte feira (10), o Brasil já chegou a quase 20 mil infectados pelo novo Coronavírus e ultrapassou mais de 1.000 mortes. O aumento das mortes mais que dobrou nesta última semana, onde na última sexta-feira (03), eram 432 mortes, tendo um aumento de 144%. Até ontem (09) havia registrado 941 mortes, e que teve um aumento de 12% nas últimas 24 horas com mais 115 casos confirmados.

As mortes e o número assombroso de infectados no país é fruto de um total descaso do governo para ter um combate efetivo contra a pandemia do COVID-19. Enquanto Bolsonaro segue com sua negacionista afirmando ser uma “gripezinha” e numa política de anti-quarentena; o Congresso, governadores e Mandetta não apresentam formas eficazes para o combate ao vírus. Em São Paulo por exemplo, Doria que aparece como liderança dos governadores nesta crise, e diz fazer uma “gestão racional”, segue sem tomar medidas básicas para combater essa crise sanitária, onde o próprio sistema do SUS no Estado pode entrar em colapso com a falta de leitos hospitalares. Assim como em outros Estados como no Rio Grande do Sul onde o governador Eduardo Leite, decidiu contratar Pet Shop para fabricar testes para a COVID-19. Além de ser uma medida absurda, o plano de Leite é que os Pet Shops produzam em cerca de 250 testes por dia, mostrando a total insuficiência dessa medida em um estado que já passa de 600 casos.

É extremamente absurdo que o Estado siga fazendo demagogia no combate ao novo Coronavírus sendo que a cada 1 milhão de habitantes, são realizados apenas 296 testes. Está demagogia está justamente colocada no fato de não colocarem um plano emergencial para combater a pandemia, que em primeiro lugar está a necessidade de testes massivos para pode identificar quem são realmente as pessoas que estão infectadas para pode isolá-las e também pode tratá-las devidamente; para que a doença não seja cada vez mais transmitida. Também a necessidade de construir novos leitos hospitalares para pode atender os pacientes doentes. ´necessário frente a isso, converter toda a indústria para que seja produzidos equipamentos necessários para o tratamento e prevenção da doença; como respiradores, máscaras, álcool em gel, e etc. Construção de mais EPIs, a centralização de toda a estrutura instalada do sistema de saúde, pública e privada, nas mãos do SUS para ter mais leitos de UTI gratuitos a toda a demanda.

Bolsonaro, Mandetta, os governadores como Dória e Witzel e os militares assumem diferentes posturas em relação à quarentena, mas nenhum está se importando com os trabalhadores e o povo pobre. Eles garantem os lucros como o da In Vitro, em vez de emergencialmente revogar o Teto de Gastos, parar de pagar a dívida pública, taxar as grandes fortunas para garantir esses insumos básicos.

Com essa dianteira dos recursos e com toda a estrutura e o conhecimento das universidades a serviço dos trabalhadores e do povo pobre, a pandemia pode ser combatida.

Faça parte dos Comitês Virtuais do Esquerda Diário!
Contato / WhatsApp / Signal / Telegram: +55 11 97750-9596
E-mail: [email protected]

Contribua com o Esquerda Diário!

Siga o Esquerda Diário nas redes sociais!
Youtube: Esquerda Diário
Instagram: @EsquerdaDiarioOficial
Twitter: @EsquerdaDiario
Facebook: Esquerda Diário




Tópicos relacionados

Coronavírus   /    Governo Bolsonaro   /    João Doria   /    Sociedade

Comentários

Comentar