Gênero e sexualidade

BOLSONARO

Bolsonaro determina que MEC proíba discussão de gênero nas escolas

Bolsonaro nessa terça feira afirmou ter determinado ao MEC a elaboração de um projeto de lei que proíba a “ideologia de gênero” no ensino fundamental.

terça-feira 3 de setembro| Edição do dia

Bolsonaro nessa terça feira afirmou ter determinado ao MEC a elaboração de um projeto de lei que proíba a “ideologia de gênero” no ensino fundamental.

Já não é de hoje que se evidencia o projeto que Bolsonaro tem para a educação, com os montantes de cortes anunciados no orçamento federal e nas bolsas de pesquisa – Isso pra não dizer do Future-se que busca abrir caminho pra privatização das universidades federais – além de se ligar com movimentos reacionários como o Escola sem Partido.

Ligado também ao caso de hoje no Estado de São Paulo onde João Doria e a Secretaria de Educação decidiram por recolher uma série de livros didáticos de ciências voltados para alunos do oitavo ano por abordar questões como liberdade sexual, igualdade de gênero e os movimentos sociais por essas demandas.

Há um movimento claro da extrema direita em avançar com sua agenda reacionária alegando que a esquerda impregna a sociedade com valores contrários ao da família tradicional cristã. A intenção real por trás desse discurso é de legitimar a opressão e seu mais profundo ódio para esse setor da população que morre nas mãos da polícia, amargam taxas altíssimas de desemprego e muitos estão na prostituição levando uma vida desumanizadora.

É preciso se apoiar no exemplo que foi a revolta de Stonewall e ligar a força social desse setor oprimido que são os LGBTs à classe trabalhadora para impor uma derrota definitiva a esse projeto nojento da extrema-direita e lutar pelo fim desse sistema de miséria que é o capitalismo, construindo uma nova sociedade onde todos possam expressar livremente sua sexualidade e sua identidade.




Tópicos relacionados

50 anos de StoneWall   /    Governo Bolsonaro   /    Educação Sexual   /    Ministério da Educação   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar