×
Rede Internacional

NEGACIONISMO | Bolsonaro ataca vacinas e afirma que Coronavac "não tem comprovação científica"

Bolsonaro afirma que a vacina do laboratório chinês não teria comprovação cientifica e diz que vacina da Pfizer teria maior "credibilidade", mesmo assim, seu governo deixou de adquirir as doses da farmacêutica no inicio do ano.

quarta-feira 16 de junho | Edição do dia

Foto: Adriano Machado/Reuters

Em entrevista nesta terça-feira (15), para SIC TV, afiliada da Record, em Rondônia, Bolsonaro afirmou que a vacina Coronavac não teria comprovação científica.

Segundo Bolsonaro, "A Coronavac, o prazo de validade dela parece que é em torno de 6 meses. E assim mesmo muita gente tem tomado e não desenvolve anticorpo nenhum. Então essa vacina não tem uma comprovação científica ainda".

Mais uma vez, o presidente ataca a vacina do laboratório chinês Sinovac, junto ao Instituto Butantan, é a principal vacina distribuida no país, e foi centro da disputa com o governador de São Paulo, João Doria, que tentou se aparecer como garantidor da vacinas sendo ele o mesmo também responsável pelo avanço da pandemia no estado.

Bolsonaro ainda afirmou que a vacina da Pfizer teria mais credibilidade, entretanto, seu governo recusou milhares de dose dessa mesma farmacêutica enquanto o país batia recordes consecutivos de mortes pela Covid.

Veja também: Com a terceira onda da covid, é preciso lutar pela quebra de patentes e vacina para todos




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias