×

Bolsonazistas | Bolsonarista com suástica na Câmara de Porto Alegre era CC da prefeitura de Melo

Um dos bolsonaristas que fizeram ofensas racistas e ergueram placas nazistas na Câmara dos Vereadores de Porto Alegre era Cargo de Comissão do prefeito Melo, do DMAE.

quinta-feira 21 de outubro | Edição do dia

Que a prefeitura de Melo abriga bolsonaristas e pessoas simpáticas ao nazismo, não é de surpreender muitas pessoas. Afinal, ele surfou na onda da extrema-direita e vem aplicando diversos ataques contra os trabalhadores e a juventude.

Na quinta-feira (20/10), aconteceu um show de horror protagonizado pela direita bolsonarista dentro da sessão da Câmara de Vereadores de Porto Alegre/RS. Na pauta da sessão estava o debate sobre o passaporte vacinal na cidade, medida que obrigaria a carteirinha de vacinação para entrada em alguns estabelecimentos. O público contrário ao passaporte, notoriamente bolsonarista, vestindo verde e amarelo, estava carregando cartazes com suástica nazista. Após o pedido de retirada dos cartazes, os bolsonazistas se negaram a sair. Os bolsonazistas agrediram vereadores, e Claudio Janta, vereador de direita do Solidariedade, foi literalmente mordido por um dos integrantes antivax (“antivacina”). Uma das bolsonaristas proferiu ofensas racistas contra uma vereadora do PCdoB. Depois da mordida do antivax, da ofensa racista asquerosa e dos cartazes nazistas, veio a vez da Ku Klux Klan. Segundo outro vereador, um dos integrantes do grupo antivax era o responsável por ter se vestido de Ku Klux Klan, grupo supremacista branco dos EUA, em um ato no Parcão.

Hoje, 21/10, descobriu-se que o homem com a placa nazista, com nome de Antonio Henrique Antunes Bertolin, era na verdade um funcionário da prefeitura de Porto Alegre, um “CC” como são chamados os cargos comissionados, estes que são indicados diretamente pelo Prefeito. O bolsonarista Sebastião Melo o nomeou para ocupar uma posição no DMAE (Departamento de Água e Esgoto), na posição de Gerente de Projetos 1 do Gabinete da Diretoria-Geral. O portal da transparência indica que Antonio Bertolin tem um CC nível 5, que leva salário de quase 7.000 reais mensais.

Antonio Bertolin ocupou o mesmo cargo no DMAE durante a gestão do ex-prefeito Nelson Marchezan (PSDB). A indicação no governo Marchezan veio a partir do mandato do então Vereador Wambert di Lorenzo (PROS), mostrando explicitamente o “toma lá de cá” (troca de cargos comissionados por votos em projetos da Câmara). O ex-Prefeito Marchezan (PSDB) fez um governo de ataques aos trabalhadores, buscou em todas as ocasiões possíveis defender a burguesia e fazer que os de baixo pagassem pela crise.

A manutenção do cargo de Antonio Bertolin pelo atual prefeito Sebastião Melo deixa claro a quem os dois prefeitos defendem: os patrões. Isso porque Melo precisa dos votos dos Vereadores para passar seus ataques à classe trabalhadora, como foi o caso da empresa publica de Transporte Carris. Nos debates sobre a privatização da empresa, na plenária da Câmara, argumentos e lógica não tinham lugar, justamente porque os vereadores já tinham sido recompensados por seus votos.

Veja abaixo foto do diário oficial:




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias