×

Presidente da Fundação Palmares | Bolsonarista Sergio Camargo defende tortura, fala que é "Black Ustra" e apaga tweet

O presidente da Fundação Palmares, Sergio Camargo, coleciona bizarrices. A barbaridade da vez foi fazer um tuíte que diz “Vou torturar sim, já que não posso nomear. Black Ustra".

sexta-feira 22 de outubro | Edição do dia

O tuíte pode ser lido abaixo. Antes de viralizar, o bolsonarista apagou o tuíte, talvez com medo de sofrer algum processo já que tortura é um crime e ele estava literalmente fazendo apologia à tortura.

Além de dizer que "vai torturar, sim", Camargo fez alusão à Ustra, o coronel do exército conhecido por organizar inúmeras sessões de tortura durante o período da ditadura militar.Ex-chefe do DOI-CODI do II Exército, Ustra foi o primeiro militar condenado pela Justiça Brasileira pela prática de tortura durante a ditadura. Ustra é comprovadamente um torturador criminoso, que virou heroi da podridão que hoje habita Brasília.

Na primeira metade desse mês, Sergio Camargo foi afastado na gestão de pessoas da fundação por meio de decisão da Justiça do Trabalho. Poucas semanas após essa decisão, Camargo fez o asqueroso tuíte, em referência à sua impossibilidade de poder nomear novas pessoas para a fundação.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias