Mundo Operário

TERCEIRIZAÇÃO

Bahia: Atos contra o PL 4330

sexta-feira 17 de abril de 2015| Edição do dia

Na Bahia, as manifestações começaram cedo. Na BR-324 um grupo de manifestantes fechou a estrada no sentido Salvador - Feira de Santana por 04 horas. Na Via Parafuso, importante ligação entre a capital baiana e Camaçari, importante polo industrial, também houve paralisação.

Salvador amanheceu sem ônibus que fizeram paralisação até as 08 horas da manhã. Às 15 horas da tarde foi marcado um encontro no Campo Grande com destino à Praça Municipal, onde ficam a Câmara de Vereadores e a prefeitura da cidade. Na manifestação da tarde, diversas centrais sindicais estiveram presentes, inclusive a CSP-CONLUTAS e teve apoio de profissionais da área de saúde, educação e bancários.

Em cidades como Barreiras, Cícero Dantas, Vitória da Conquista e Itabuna profissionais da saúde e da educação paralisaram suas atividades.

Os profissionais da área de educação do estado (nível básico e superior) aproveitaram o dia de manifestação contra a PL 4330 para declararem sua rejeição à proposta de reajuste salarial ofertada pelo governo de Rui Costa (PT) de 6,4%, referente ao índice inflacionário de 2014, dividido em duas parcelas, uma retroativa a março e outra em novembro de 2015. A proposta havia sido aceita pelas Associação dos Funcionários Públicos do Estado (Afpeb) e Federação dos Trabalhadores Públicos da Bahia (Fetrab) sem consulta às categorias.




Tópicos relacionados

Bahia   /    Terceirização   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar