Mundo Operário

MUNDO OPERÁRIO

Apesar do golpe institucional, a CUT negocia o PPE na Volks de Taubaté.

A Volkswagen de Taubaté renovou o PPE (Programa de Proteção ao Emprego) e poderá reduzir a jornada de trabalho e o salário até setembro de 2016. De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté, ligada a CUT, a renovação começou a valer no dia 1º de maio e se estendera por cinco meses. 3,9 mil funcionários terão que aceitar a redução de salário de 10%.

sexta-feira 13 de maio de 2016| Edição do dia

Por este fato que ocorreu em Taubaté, podemos explicar a paralisia da CUT frente ao golpe institucional que foi consumado no Senado. Enquanto vimos Senadores petistas como o Lindbergh Farias fazendo discurso no Senado dando a entender que o golpe institucional já foi consumado, a CUT apenas fez showmícios que nada assustou os golpistas que estavam articulando esta manobra reacionária.

O governo do PT que esteve a frente dos ataques contra a classe trabalhadora no começo da crise econômica capitalista, foi substituído por um governo golpista que vai aprofundar estes ataques. A CUT está cumprindo o papel de ser obstáculo para que os trabalhadores começassem se organizar contra os ataques e as demissões que começaram no governo do PT e vão se aprofundar com o governo golpista de Temer.

Uma luta consequente contra o golpe institucional, tem que questionar o ajuste de todos os governos, pois a burguesia só tirou a Dilma no governo e coloco o Temer pois tem avaliação de que os ajustes do PT são insuficiente. Se de um lado o PT fortaleceu a direita por fazer suas negociatas, a CUT ao encabeçar o PPE e por ter sentado com empresários e a golpista Força Sindical também é responsável por fortalecer a direita.




Tópicos relacionados

Direitos Trabalhistas   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar