Juventude

UFRN

"A gente é obrigado a estudar com uma refeição por dia, a gente tá passando fome" diz estudante da UFRN

Os auxílios alimentação, transporte, moradia e creche ainda não foram depositados integralmente na UFRN. Publicamos aqui a primeira denúncia anônima de uma série.

sexta-feira 25 de outubro| Edição do dia

"Muitas vezes, até quando recebemos o auxílio, passamos o fim do mês com uma ou duas refeições diárias. E ninguém se importa. Sou do interior, não tenho família aqui, tenho que trabalhar pra me sustentar porque venho da periferia, minha família não tem como me ajudar e a gente se vê completamente sem apoio. A gente é obrigado a estudar com uma refeição por dia, vir à aula, fazer trabalhos, provas, a gente tá passando fome e não tem dinheiro nem pra passagem."

Esta é a situação de muitíssimos estudantes na UFRN, agora ameaçados pelo corte de bolsas e auxílios mediante não alcançar a média do curso e assombrados com o corte de 40% do orçamento para assistência estudantil previsto para o próximo ano. A Reitoria afirmou que se o Restaurante Universitário não for aberto no dia 1º de novembro, será realocada verba das bolsas de apoio técnico, extensão e pesquisa para cobrir os auxílios..

Nesta última quarta-feira ocorreu uma assembleia geral dos estudantes que votou uma série de ações e reivindicações, como a abertura imediata das contas da universidade e um espaço soberano de deliberação entre estudantes, trabalhadores (efetivos e terceirizados) e professores, para começar a definir os rumos da universidade. Chamamos todos a compor ação de hoje na Reitoria.

Pode interessar: Chamado a uma convenção programática por uma oposição combativa nas eleições do DCE da UFRN

Pelo pagamento imediato dos auxílios atrasados!
Readmissão de todos os trabalhadores terceirizados demitidos!
Reabertura do RU para todos os estudantes, trabalhadores e professores e redução imediata da taxa.
Abertura das contas da universidade!




Tópicos relacionados

UFRN   /    Natal   /    Juventude

Comentários

Comentar