×

CRISE HIDRICA | A farsa da crise hídrica: empresas esvaziam reservatórios de hidrelétricas para lucrar mais

Enquanto a classe trabalhadora sofre com o aumento nas contas de luz, usinas hidrelétricas vinham jogando água fora, para manter o lucro capitalista.

segunda-feira 5 de julho | Edição do dia

Foto: Reprodução

Leia mais: Crise hídrica, aumento da luz e privatizações: não podemos pagar pela crise dos capitalistas

O último ano foi o quarto melhor da última década, em relação ao volume de água que entrou nos reservatórios das usinas hidrelétricas brasileiras, porém dos 51.550 MW médios, foram produzidos apenas 47.300 MW médios, onde foram parar os outros 4.250 MW médios? Segundo denúncia do Movimento dos Atingidos por Barragens houve um esvaziamento dos reservatórios ainda em 2020, com interesse de gerar escassez para aumentar as tarifas

Para lidar com o que foi colocado como a maior crise hídrica dos últimos 91 anos, o governo Bolsonaro publicou a MP1055, que prevê ações emergenciais e regras excepcionais para o uso dos recursos hidroenergéticos, na mesma lei coloca que é a classe trabalhadora que vai pagar pelos custos adicionais nas contas.

Enquanto algumas usinas como Itaipu jogam água fora, outras foram acionadas para produzir acima da média, principalmente as privadas, gerando escassez nesses reservatórios também. Com a baixa das hidrelétricas são acionadas as termelétricas, muito mais caras. Enquanto várias hidrelétricas estatais vendem energia a R$ 65/MWh, térmicas cobram acima de R$ 1 mi. A usina William Arjona (MS) foi autorizada pela Aneel a cobrar R$ 1.520,87/MWh, denuncia a entidade.

Leia também: Em mais um ataque à classe trabalhadora, conta de luz irá subir 60% em julho

Segundo a entidade, o esvaziamento dos reservatórios das usinas ocorreu ainda em 2020, em plena pandemia, quando houve uma queda média de 10% no consumo nacional de eletricidade. O uso irracional dos recursos naturais pelo capitalismo não são de hoje, agora aliado aos grandes empresários, Bolsonaro forja uma crise hídrica para despejar cada vez a crise em cima da classe trabalhadora, enquanto salva o lucro dos capitalistas.

Saiba mais: O capitalismo destrói o planeta, destruamos o capitalismo




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias